A lista, de 2007, é ótima pelos enredos variados e foi trazida de uma página solta da internet. Grande parte dos filmes eu já vi e posso garantir diversão, outros eu não conhecia e por isso achei a lista útil. Consulte sempre que quiser ver um bom filme com a temática gay, com começo meio e fim.
Vale a pena dar outra dica legal para quem curte filmes de todos os gêneros. Confira o site da Cine Web (http://www.cineweb.com.br/)
Sempre mostra os últimos lançamentos em cartaz nos cinemas do Brasil e do mundo e também em DVD. Divirta-se.
Abaixo, o texto original.

Esta lista mostra 48 filmes com temática GLBT, em ordem de ano de lançamento. Todos os filmes aqui relacionados são reconhecidos com prêmios importantes, contam com atores e diretores renomados e tratam abertamente de temas relacionados à homossexualidade e à transexualidade.

1. Gata em Teto de Zinco Quente (Cat on a Hot Thin Roof, 1958)
Elizabeth Taylor ganhou o Laurel Award de melhor atriz por este filme indicado a seis Oscars, incluindo melhor ator, melhor atriz e melhor filme. Dirigido por Richard Brooks e adaptado da peça do consagrado dramaturgo gay Tenesse Williams, o filme traz Paul Newman no papel de um homem que é casado com uma bela mulher mas que é apaixonado por seu melhor amigo. Assista ao trailer aqui (inglês).

2. Quanto Mais Quente Melhor (Some Like It Hot, 1959)
Mais uma obra prima do diretor austríaco Billy Wilder. Vencedor do Oscar de melhor figurino, o filme traz Jack Lemon e Tony Curtis vestidos de mulher e contracenando com Marilyn Monroe, eterno ícone gay. Some Like It Hot foi indicado a seis Oscars e recebeu três prêmios Golden Globe, inclusive o de melhor atriz para Marilyn. Assita ao trailer aqui (legendado).

3. Perdidos na Noite (Midnight Cowboy, 1969)
Jon Voigt ganhou o Golden Globe interpretando um rapaz do interior que se prostitui enquanto tenta a vida na cidade grande. Indicado a sete Oscars e sete Golden Globes, Midnight Cowboy foi o primeiro filme proibido para maiores de 18 anos a receber o Oscar de melhor filme, também ganhando nas categorias de melhor direção e melhor roteiro. Assita ao trailer aqui (inglês).

4. Morte em Veneza (Morte a Venezia, 1971)
O lendário cineasta Luchino Visconti recebeu o prêmio especial da 25ª edição do Festival de Cannes por este filme que mostra com muita sensibilidade o amor de um homem maduro por um jovem rapaz durante uma temporada de verão. O filme foi indicado ao Oscar de melhor figurino e ganhou seis prêmios da Associação Italiana de Jornalistas de Cinema. Assista a uma cena aqui.

5. Um dia de Cão (Dog Day Afternoon, 1975)
Filme de Sidney Lumet com seis indicações ao Oscar. Conta a história de um homem que assalta um banco na esperança de conseguir dinheiro para pagar a cirurgia de mudança de sexo do seu companheiro. Al Pacino tem o papel principal neste filme que recebeu o Oscar de melhor roteiro e que teve sete indicações para o Golden Globe. Assista ao trailer aqui (legendado).

6. Minha Adorável Lavanderia (My Beautiful Laundrette, 1985)
Filme de Stephen Frears que mostra a comunidade de imigrantes indianos na Europa punk dos anos 80. Daniel Day-Lewis recebeu o New York Film Critics Circle Award de melhor ator coadjuvante e Hanif Kureishi o de melhor roteiro, categoria na qual também foi indicado ao Oscar. Assista ao trailer aqui.
7. A Cor Púrpura (The Color Purple, 1985)
Baseado no romance espírita psicografado por Alice Walker e dirigido por Steven Spielberg, A Cor Púrpura foi indicado a onze Oscars e cinco Golden Globes, rendendo o prêmio de melhor atriz dramática para Whoopi Goldberg. Nesta obra repleta de dramas e injustiças familiares, destaca-se a ternura da paixão e da amizade de Celie por Shug Avery, a amante do seu marido. Assista ao trailer (legendado) aqui.

8. A Lei do Desejo (La Ley Del Deseo, 1987)
Nesta elaborada trama de Pedro Almodóvar, Antonio Banderas interpreta um violento psicopata que se apaixona por um escritor. A produção recebeu o prêmio de melhor filme do ano no Festival Internacional de Berlim. Assista ao trecho aqui.

9. Maurice (Idem, 1987)
Hugh Grant e James Wilby receberam juntos o prêmio de melhor ator no Festival de Veneza por suas atuações neste filme de James Ivory que foi indicado ao Oscar de melhor figurino. No século XIX, dois colegas de faculdade se apaixonam e têm seus destinos afetados pelos preconceitos da sociedade. Assista ao trailer aqui.

10. Garotos de Programa (My Own Private Idaho, 1991)
Obra sensível escrita e dirigida por Gus Van Sant e que lhe rendeu o prêmio de melhor diretor do ano no Festival Internacional de Toronto. O filme tem Keanu Reeves no papel principal e mostra a realidade brutal da vida de garotos envolvidos com drogas e prostituição. Recebeu três Independent Spirit Awards: melhor música, melhor roteiro e melhor ator para River Phoenix. Assista ao trailer (inglês) aqui.

11. Um Amor Diferente (Salmonberries, 1991)
O alemão Percy Adlon recebeu o Bavarian Film Award e o prêmio do Festival Mundial de Montreal de melhor direção por este filme que narra a história de amor entre uma esquimó e uma bibliotecária. O filme é estrelado pela cultuada cantora k.d. lang. Assista ao trecho aqui.

12. Tomates Verdes Fritos (Fried Green Tomatoes, 1991)
Grande sucesso comercial do ano, o filme tem um roteiro original que trata de relações familiares e de canibalismo com a mesma naturalidade. No subtexto, a sensível relação homossexual entre as duas protagonistas. Indicado a dois Oscar e três Golden Globe, recebeu o GLAAD Media Award de melhor filme. Assista cenas aqui.

13. Traídos Pelo Desejo (The Crying Game, 1992)
Guerra civil, coincidências e mortes neste incrível filme com reviravoltas surpreendentes. Escrito e dirigido por Neil Jordan, foi indicado a seis Oscars e ganhou na categoria de melhor roteiro do ano. Assista a cena aqui.

14. Filadélfia (Philadelphia, 1993)
Com impecável direção de Jonathan Demme, este filme garantiu o primeiro Oscar de melhor ator para Tom Hanks, que interpreta um advogado soropositivo. Destaque para atuação de Antonio Banderas nesta produção que também rendeu o Golden Globe de melhor música para Bruce Springsten. Assista ao trailer (inglês) aqui.

15. Amor e Restos Humanos (Love and Human Remains, 1993)
Ganhador do Genie Award de melhor roteiro adaptado, este belo filme canadense mostra uma trama de amor, assassinatos e desencontros envolvendo uma professora e um ator que fez sucesso quando criança. Trailer (inglês) aqui.

16. O Banquete de Casamento (Hsi Yen, 1993).
Ang Lee ganhou os prêmios do Festival Internacional de Berlim e do New York International Independent Film Festival como melhor diretor por esta produção. Indicado ao Oscar de melhor filme estrangeiro, O Banquete de Casamento mostra o relacionamento de um jovem oriental, que vive com seu namorado nos Estados Unidos, com seus pais conservadores que chegam para visitá-lo. Muita emoção e sensibilidade nesta produção vencedora do GLAAD Media Award de melhor filme do ano. Trailer (inglês) aqui.

17. Priscilla, a Rainha do Deserto (The Adventures of Priscilla, Queen of the Desert, 1994)
Um dos maiores sucessos do cinema australiano de todos os tempos. Um transexual e dois amigos gays cruzam o deserto da Austrália a bordo de um velho ônibus. Cenas antológicas e trilha sonora impecável no filme que ganhou o Oscar e o Australian Film Institute Award de melhor figurino e o GLAAD Media Award de melhor filme do ano. Assitao ao trailer (inglês) aqui.

18. O Padre (The Priest, 1994)
Filme que mostra com sensibilidade a hipocrisia da igreja católica em relação ao sexo. Vencedor do prêmio de melhor filme do ano no Festival Internacional de Berlim e no Festival Internacional de Edimburgo.

19. Entrevista com o Vampiro (Interview with the Vampire – The Vampire Chronicles, 1994)
Galãs como Christian Slater, Tom Cruise, Brad Pitt e Antonio Banderas interpretam papéis com forte subtexto homossexual nesta produção caprichada do diretor Neil Jordan. Com roteiro escrito pela própria Anne Rice (criadora do vampiro Lestat e autora dos romances vampirescos mais cultuados das últimas décadas), este filme recebeu duas indicações ao Oscar, duas ao Golden Globe e oito ao MTV Movie Awards. Entrevista com o Vampiro foi eleito o melhor filme do ano pelo International Horror Guild e ganhou o prêmios de melhor fotografia do British Society of Cinematographers. Trailer (legendado) aqui.

20. Somente Elas (Boys On The Side, 1995)
Bela trilha sonora em um sensível filme sobre o relacionamento de um grupo de amigas. Trazendo no elenco nomes como Whoopi Goldberg e Drew Barrimore, foi o ganhador do GLAAD Media Award de melhor filme do ano. Assista um trecho (sem fala) aqui.

21. O Beco dos Milagres (El Callejón de los Milagros, 1995)
Ganhador da menção especial do Festival de Berlim, este belo filme mexicano com roteiro cativante estrelado por Salma Hayek recebeu 48 prêmios internacionais. Assista ao trailer (legendado em inglês) aqui.

22. Delicada Atração (Beautiful Thing, 1996)
Belíssimo filme inglês sobre a descoberta do amor entre dois adolescentes moradores de um bairro de classe operária. Através de personagens fortes e carismáticos, trata com muita ternura as relações familiares e o companheirismo. Hettie McDonald recebeu o prêmio de melhor direção no Festival Internacional de Paris e no Festival Internacional de São Paulo. Com cenas inesquecíveis, Delicada Atração também ganhou o GLAAD Media Award de melhor filme do ano. Trailer (inglês) aqui.

23. Será Que Ele É? (In & Out, 1997)
Ganhadora do GLAAD Media Award de melhor filme do ano, esta ótima comédia é inspirada no discurso dado por Tom Hanks quando recebeu o Oscar de melhor ator pelo filme Filadélfia, no qual ele agradeceu a um professor gay. Interpretações impagáveis de Kevin Kline e Joan Cussac, que foi inclusive indicada ao Oscar e ao Golden Globe de melhor atriz. Trailer (inglês) aqui.

24. For All – O Trampolim da Vitória (idem, 1998)
Ganhador de seis Kikitos no Festival de Gramado e três prêmios do Miami Brazilian Film Festival, este filme mostra o dia-a-dia de uma base militar americana instalada no interior do Brasil durante a segunda guerra mundial. Assista um trecho aqui.

25. Garotas Selvagens (Wild Things, 1998)
A famosa cena do beijo triplo entre Matt Dillon, Neve Campbell e Denise Richards é apenas uma das atrações deste inteligente filme de suspense repleto de reviravoltas e ambigüidades sexuais. Bill Murray ganhou o prêmio de melhor ator coadjuvante da Associação de Críticos de Los Angeles. Assista ao trailer (inglês) aqui.

26. Minha Vida em Cor-de-Rosa (Ma Vie en Rose, 1998)
Sensível filme belga com um roteiro criativo que mostra com muita ternura a infância e adolescência de um transexual apaixonado por seu vizinho. Recebeu o Golden Globe de melhor filme estrangeiro e o GLAAD Media Award de melhor filme do ano. Assista cenas (musicadas) aqui.

27. O Oposto do Sexo (The Opposite Of Sex, 1998)
Christina Ricci foi indicada ao Golden Globe e recebeu o Golden Satellite Award de melhor atriz interpretando uma moça sem escrúpulos que tenta a todo custo fazer um rapaz gay apaixonar-se por ela. Com uma trama de repleta de surpresas, este marco do cinema independente tem um elenco estrelar do qual também fazem parte Lisa Kudrow e Lyle Lovett. Assista ao trailer (inglês) aqui.

28. O Beijo Hollywoodiano de Billy (Billy's Hollywood Screen Kiss, 1998)
O premiado Sean Hayes é o protagonista desta trama que se revela surpreendentemente realista. O filme ganhou o prêmios de melhor elenco do Casting Society of America e de melhor filme do ano do International Gay & Lesbian Film Festival. Assista ao trailer (inglês) aqui.

29. Corações Apaixonados (Playing By Heart / Dancing About Architecture, 1998).
Angelina Jolie foi escolhida a melhor atriz do ano pelo National Board of Review neste belíssimo filme em que vários personagens descobrem o que é o verdadeiro amor. Dirigido por Willard Caroll, Corações Apaixonados traz atuações primorosas de um elenco de astros consagrados como Gillian Anderson, Sean Connery, Ellen Burstyn, Dennis Quaid e Madeleine Stowe. Assista ao trailer (inglês) aqui.

30. Vamos Nessa (Go, 1999)
Timothy Olyphant ganhou o Youth Hollywood Award de melhor vilão neste filme conhecido como a versão gay de Pulp Fiction. Destaque para as ótimas interpretações dos ídolos adolescentes Katie Holmes e Scott Wolf.

31. Tudo Sobre Minha Mãe (Todo Sobre Mi Madre, 1999)
Esta superprodução de Pedro Almodóvar recebeu o Oscar e o Golden Globe de melhor filme estrangeiro, além do prêmio de melhor direção no Festival de Cannes. Prostituição, incesto, lesbianismo, religião e transexualidade são os temas desta trama que narra o encontro de uma mulher consigo mesma após um trágico acidente.

32. Segundas Intenções (Cruel Intentions, 1999)
Mais uma versão para o cinema do clássico da literatura As Ligações Perigosas. Sarah Michelle Gellar ganhou o MTV Movie Award de melhor atriz em um papel muito diferente de Buffy, a caçadora de vampiros que a lançou ao sucesso. A cena do beijo entre Sarah e Selma Blair ganhou o MTV Movie Award de melhor beijo do ano.

33. O Talentoso Ripley (The Talented Mr. Ripley, 1999)
Anthony Minghella recebeu o prêmio de melhor direção do National Board Review por este filme com belas locações na Europa. Matt Damon interpreta um rapaz inseguro que se envolve em uma teia de mentiras e crimes para encobrir sua paixão por um jovem americano rico que vive na Itália. Indicado também a cinco Oscars e cinco Golden Globes.

34. Meninos Não Choram (Boys Don't Cry, 1999)
Uma jovem garota que se apresenta como rapaz tenta recomeçar sua vida em uma cidade do interior dos Estados Unidos. Baseado em uma história real, este dramático filme deu a Hillary Swank o Oscar e o Golden Globe de melhor atriz.

35. Truques da Paquera (Trick, 1999)
Um jovem pianista em começo de carreira se apaixona por um belo rapaz que conhece no metrô. Filme sensível com belas cenas protagonizadas pelo simpático Christian Campbell, irmão de Neve Campbell. O diretor Jim Fall ganhou o prêmio do Festival Internacional de Berlim.

36. Segredos e Confissões (Common Ground, 2000)
Três contos distintos sobre homossexualidade, amor e amizade. Jason Pristley, o Brandon Walsh de Beverly Hills 90210, interpreta um militar gay neste filme feito para a TV e que ganhou o prêmio da GLAAD.

37. Garotos Incríveis (Wonder Boys, 2000)
Curtis Hanson dirige um roteiro muito criativo neste filme com um elenco estrelar que traz nomes como Michael Douglas, Tobey Maguire, Frances McDormand e Robert Downey Jr. Indicado a três Oscars e quatro Golden Globes, garantiu os prêmios de melhor canção para Bob Dylan.

38. Antes do Anoitecer (Before Night Falls, 2000)
Javier Barden foi indicado ao Oscar e ao Golden Globe de melhor ator e ganhou o prêmio do Festival de Veneza pela sua interpretação do escritor cubano Reinaldo Arenas nesta ousada biografia.

39. O Clube Dos Corações Partidos (The Broken Hearts Club – A Romantic Comedy, 2000)
Ganhador do GLAAD Media Award de melhor filme do ano, esta produção traz um ótimo elenco liderado por John Mahoney, que interpreta o técnico de um time de baseball formado por um grupo de amigos gays.

40. Coisas Que Você Pode Dizer Só De Olhar Para Ela (Things You Can Tell Just By Looking At Her, 2000).
O diretor Rodrigo Gacía recebeu o prêmio do Festival de Cannes por este filme romântico e inteligente onde a trajetória de três mulheres acaba se cruzando em uma mesma cidade. No elenco, Glenn Close e Calista Flockhart em interpretações memoráveis.

41. Desejo Proibido (If These Walls Could Talk 2, 2000)
A HBO produziu para a televisão o projeto If These Walls Could Talk, no qual três histórias distintas sobre o mesmo tema são apresentadas no mesmo cenário em épocas diferentes. O primeiro filme tratou de aborto e contou com atrizes como Demi Moore, Sissy Spacek e Cher. O segundo, que foi lançado em vídeo no Brasil com o nome de Desejo Proibido, trata da relação amorosa entre mulheres. O filme, que conta também com Sharon Stone, Ellen Degeneres e Michelle Williams, deu três prêmios de melhor atriz à veterana Vanessa Redgrave: Emmy, Golden Globe e Screen Actors Guild Award.

42. Billy Elliot (Idem, 2001)
Belíssima produção britânica indicada a três Oscars e dois Golden Globe. O filme tem uma mensagem de luta e otimismo e ganhou o GLAAD Media Award de melhor produção do ano.

43. Hedwig - Rock, Amor e Traição (Hedwig and The Angry Inch, 2001)
Musical criativo e bem dirigido sobre um transexual que é usado pelo seu namorado adolescente para tornar-se uma estrela do rock. Escolhido como melhor filme no Festival Internacional de Berlim, ganhou também o GLAAD Media Award de melhor filme do ano.

44. E Sua Mãe Também (Y Tu Mamá Tambien, 2001)
Além dos prêmios de melhor roteiro e melhor ator do Festival de Veneza, Y Tu Mamá Tambien tem um roteiro surpreendente dirigido por Alfonso Cuarón. Foi indicado ao Oscar de melhor roteiro original e ao Golden Globe de melhor filme estrangeiro, categoria na qual venceu nos festivais de Seatle, San Francisco, New York, Los Angeles, Florida, Las Vegas, Dallas, Chigago e Boston.

45. Cidade Dos Sonhos (Mulholland Drive, 2001)
Escrito originalmente para ser o piloto de um seriado de televisão estrelado pelo roqueiro Marilyn Manson, este maravilhoso filme deu o prêmio de melhor diretor do ano a David Lynch no Festival de Cannes, categoria na qual também foi indicado ao Oscar e ao Golden Globe. Nesta produção surrealista, a relação amorosa entre duas atrizes é regida pela maravilhosa trilha sonora de Angelo Badalamenti.

46. Madame Satã (Idem, 2002)
Provavelmente o melhor filme brasileiro já produzido, Madame Satã é uma alegoria que conta a história do travesti João Francisco dos Santos. Vencedor do prêmio de melhor filme do Festival Internacional de Chicago, ganhou mais cinco prêmios internacionais. Filmado em estúdio, o filme faz uma bela homenagem ao cinema através da iluminação impecável e dos belos enquadramentos, lembrando o inovador filme Dancer in the Dark, de Lars Von Trier.

47. As Horas (The Hours, 2002)
Nicole Kidman ganhou o Oscar e o Golden Globe de melhor atriz nesta produção magistralmente dirigida por Stephen Daldry (de Billy Elliot). Com Merryl Streep, Juliane Moore e Ed Harris no elenco, esta sensível adaptação foi indicada a nove Oscars e sete Golden Globes, vencendo na categoria de melhor filme dramático.

48. Longe do Paraíso (Far From Heaven, 2002)
Escolhido como melhor filme do ano pela New York Film Critics Circle, Longe do Paraíso tem uma incrível combinação de metalinguagem cinematográfica e crítica social em um subtexto que não pode ser entendido por espectadores superficiais. A bela Julianne Moore e o polêmico Dennis Haysbert participam desta incrível produção indicada a quatro Oscars, quatro Golden Globes e vencedora de 59 prêmios.

Comente o(s) filme(s) que você viu.

2 comentários:

  1. Os filmes que eu vi da lista: O Talentoso Ripley, Billy Elliot, Priscilla e Tudo Sobre a Minha Mãe. Assisti Priscilla, A Rainha do Deserto algumas vezes com minha mãe que também ama o filme, película divina. O Talentoso Ripley é um tanto perturbador como muitos filmes sobre psicopatas acabam sendo, mas é fascinante, inteligente e sensual. Amo demais Billy Elliot, uma das melhores trilhas sonoras já feitas, emocionante e hilário, sobre um dos meus temas favoritos, o Balé. Tudo Sobre Minha Mãe é um dos meus filmes favoritos, já revi diversas vezes, não me canso da atuação dos personagens. Sempre choro com Manuela e aplaudo Agrado, filme mais do que digno de se ver.
    Ótimo post, preciso ver mais filmes desta lista com certeza, só faltam 44, de boas hahaha Estou com Before Night Falls(Antes do Anoitecer) na pasta de downloads, só falta o tempo para ver *-*

    ResponderExcluir
  2. São filmes de muito sucesso, alguns desde que eu vi e eu preciso descobrir como muitos, não há dúvida de que o cinema gays é bastante preciso, embora, por vezes, é um pouco vulgar, do meu ponto de vista.

    ResponderExcluir

Para se cadastrar, preencha o formulário na coluna do lado direito do blog.
Seu comentário é bem vindo, desde que:
1. possua nome e link válidos;
2. não contenha cunho racista, discriminatório ou ofensivo a pessoa, grupo de pessoas ou instituições;
3. não contenha cunho de natureza comercial ou propaganda.
Grato pela compreensão.