Mona, que bafão !!
Depois que o Identidade G foi criado, fiquei passada com os milhares de outros blogs dando pinta na pista. Fazer um blog não precisa de arô, mas vamos combinar que precisa de muito equê para sobressair. Não estou falando de dar a elza, biba. Acho essas babadeiras que, no truque, copiam postagens alheias sem 'creditar'. Pelo amor de Dadá, desaquenda porque isso dá aliban.

Mas calma, não precisa de ebó pra dar pinta em blogs. Se você é filho(a) de Dadá e tem um babado forte pra contar, entra na pista, mona. Muitos blogs existem só pra fazer aqué mesmo. Grande parte é de michês para a satisfação das mariconas de plantão que adoram aquendar os bofes

Outros blogs têm somente fotos de ocós com necas de todo tipo e pra todo lado, desde o dumdum com a neca odara até o erê com o matim. São bons para, de vez em quando, fumar um chanam apreciando os bofes.

Mas cuidado, biba, se aquendar usa camisinha porque a tia tá por aí. E pra não perder a piada, não vai encher a cara de otim e passar cheque no ocó. Olha o ofofi!

A concorrência é grande para as amapoas. No entanto, para as de abatás grandes, não encontrei muita coisa na blogosfera. As sapas devem tá de cara.

Mona, força na peruca e procura seu lugar ao sol. Se joga!

Vou fazer o xuxu. Beijo.
_________________________________

O texto acima é uma brincadeira com a abordagem de dois temas: blogosfera e o dicionário LGBTs.

dialeto mescla palavras mais usadas por duas subtribos da tribo dos coloridos: gaystravestis.
..................................

Tradução? Confira a seguir (na ordem em que as palavras foram citadas no texto):

Mona: bicha; gay (começou nos anos 80, após o sucesso da música "Just We Two (Mona Lisa)" - Modern Talking.
Bafão (ou Basfond): confusão.
Passada: bege; chocada.
Dar pinta: trejeitos femininos.
Pista: área; local.
Arô/Aqué: dinheiro.
Equê: truque; na sacanagem.
Elza: furto; roubo.
Biba: geralmente usado para gays afeminados.
: o fim; desagradável.
Babadeira: mais usado para travestis que costumam furtar ou roubar.
No truque: na esperteza.
Dadá: Orixá. Pelo amor de Dadá = pelo amor de Deus.
Desacuenda: sai fora.
Aliban: policial; polícia.
Ebó: macumba.
Babado forte: um assunto estimulante; uma fofoca boa. 
Michê: garoto/homem de programa
Maricona: homens que pagam  para fazer programas.
Aquendar: fazer uma função (no caso, a expressão formal seria: "adoram transar com os rapazes")
Bofe: geralmente para designar rapazes ou homens heterossexuais.
Ocó: homem; rapaz.
Neca: pênis.
Dumdum: homem negro.
Odara: grande (pênis).
Erê: garoto novo.
Matim: pênis pequeno.
Chanam: cigarro.
Tia: HIV.
Otim: bebida alcoólica.
Passar cheque: sujar o pênis.
Ofofi: mau cheiro.
Amapoa: uma das variantes para designar a vagina; a mulher.
Abatá: sapato.
Sapa: lésbica.
Força na peruca: tenha força; mantenha a postura..
Se joga: vai na fé; acredite.
Xuxu: barba.

2 comentários:

  1. Não sou fluente no pajuba, mas algumas palavras sabemos o significado por dedução. Quando ao fato da concorrencia, não vejo por esse lado, os blogs gays, apesar de abordarem o mesmo assunto, são muito diferentes e os leitores retornam porque se identificam com a forma que nos expressamos. Adorei o texto, super divertido.

    ResponderExcluir
  2. Bem vindo ao clube. Toda vez que eu me deparo com uma turma falando assim, não tem jeito, me sinto um alienígena... acho engraçado, mas é de outro universo...

    ResponderExcluir

Para se cadastrar, preencha o formulário na coluna do lado direito do blog.
Seu comentário é bem vindo, desde que:
1. possua nome e link válidos;
2. não contenha cunho racista, discriminatório ou ofensivo a pessoa, grupo de pessoas ou instituições;
3. não contenha cunho de natureza comercial ou propaganda.
Grato pela compreensão.