O título em inglês não é esnobismo. Significa algo como "Não Pergunto, Não Conte" e é como ficou conhecida a lei americana que "permite" o ingresso de homossexuais nas forças armadas, desde que não sejam assumidos. O darling foi um complemento irresistível para mim. ^^

A lei, em vigor desde 1993, criou a (falsa) idéia de que os E.U.A. estavam agindo contra o preconceito, quando, na verdade, o que muitas pessoas não sabiam é que a lei prevê o afastamento de militares homossexuais assumidos.

Confesso que fiz a Poliana e não atentei-me ao fato enquanto acompanhava as notícias. Considerei que se o governo americano não se importava com a orientação sexual dos aspirantes às forças armadas, faria vistas grossas para os que assumissem tal condição durante o exercício na carreira militar. 

Guardadas as proporções, tudo continuava igual à maneira como lidam os países conservadores e/ou homofóbicos no ingresso de homossexuais nas forças armadas. A diferença é que os demais países não utilizaram o mesmo golpe de marketing político para camuflarem a discrimação e, claro, as penas aplicadas que diferem em cada país.

No Brasil, a hipocrisia também corre solta. Basta lembrarmos, há dois anos, o bafão que foi o tratamento dado pelo Exército ao casal de militares gays, os sargentos Laci Marinho de Araújo e Fernando Alcântara de Azevedo (foto abaixo), expostos a humilhações e torturados psicologicamente por revelarem-se um par gay. 

Por outro lado, parece que os E.U.A. vêm mostrando interesse em transformar o embuste de décadas em algo digno de combate ao preconceito. Obama, já no discurso de posse da presidência, prometeu prioridade nesta questão e reiterou o compromisso na semana passada numa audiência ocorrida nas duas Câmaras do Congresso americano, afirmando que providências serão tomadas ainda neste ano.

E o desenlace já começou. Nesta semana, ocorreu a audiência no Senado americando com o Secretário de Defesa, Robert Gates, na qual ele pediu a revogação da Lei Don´t Ask, Don´t Tell e comunicou que um trabalho, a ser realizado pela sua equipe, analisará o impacto da anulação da lei e será apresentado oportunamente.

O tema desta postagem pode ter sido árido, mas é de suma importância para a luta e a diminuição do preconceito no mundo. Sabemos todos a forte influência dos E.U.A. sobre os demais países.

Vamos acompanhar e as novidades serão publicadas aqui no Navve Guei.

Até mais.

Fotos utilizadas nesta postagem: Google. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para se cadastrar, preencha o formulário na coluna do lado direito do blog.
Seu comentário é bem vindo, desde que:
1. possua nome e link válidos;
2. não contenha cunho racista, discriminatório ou ofensivo a pessoa, grupo de pessoas ou instituições;
3. não contenha cunho de natureza comercial ou propaganda.
Grato pela compreensão.