O presidente dos E.U.A., Barack Obama, prometeu e cumpriu. Com 234 votos a favor e 194 contra, o parlamento americando aprovou a emenda que prevê o fim da política hipócrita e humilhante gerada pela lei de 1993, conhecida como "Don´t Ask, Don´t Tell", que "permite" gays nas forças armadas desde que não assumam publicamente a sua orientação homossexual.
Antes de ser sancionada pelo presidente Obama, a medida deverá ser analisada pelos plenários do Senando e da Câmara de Representantes com foco num estudo que analisaria o impacto gerado nas forças armadas com a anulação da lei, prometido pelo secretário de defesa, Robert Gates, desde o início deste ano e até hoje não apresentado. Detalhe: O secretário é declaradamente contra o fim da lei.
Será que esse secretário vai conseguir emperrar tudo?
Leia mais sobre a lei "Don´t Ask, Don´t Tell" aqui, na postagem publicada em 04.02.2010.

Foto publicada nesta postagem: De Leatherthrasher (Flickr).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para se cadastrar, preencha o formulário na coluna do lado direito do blog.
Seu comentário é bem vindo, desde que:
1. possua nome e link válidos;
2. não contenha cunho racista, discriminatório ou ofensivo a pessoa, grupo de pessoas ou instituições;
3. não contenha cunho de natureza comercial ou propaganda.
Grato pela compreensão.