A homossexualidade é mais discutida pelos meios de comunicação quando envolve celebridades ou eventos grandiosos, como ocorreu no caso do cantor Rick Martin e anualmente ocorre com as Paradas LGBTs, principalmente a de São Paulo que até já entrou para o livro dos recordes como a maior manifestação popular. Espera-se, inclusive, ultrapasssar o número de 3 milhões de pessoas - gays e simpatizantes - na próxima edição deste domingo.
Preconceitos à parte, o legal é que isso faz com que o tema seja discutido nas revistas, jornais e tv e muitas famílias e pessoas que não têm acesso ao universo gay recebam informações para lidar melhor com a diversidade e compreendam que a diferença faz parte do mundo e deve ser respeitada.
Pensando nisso é que resolvi ressaltar dois programas que debateram o assunto de forma instrutiva e descontraída. O primeiro é do Manhã Gazeta, comandado por Ione Borges, com as participações do meu amigo virtual, internauta, psicólogo, blogueiro e escritor Fabrício Viana e da psicóloga e sexóloga Carla Cecarello (fotos aos lados). O segundo foi exibido ontem, no programa Happy Hour, do canal fechado GNT, comandado por Astrid Fontenelle e Fred Lessa.
Por enquanto, só consegui o link do primeiro, pois o outro ainda não foi disponibilizado ao público. Assista aqui ao do Manhã Gazeta. São aproximadamente 24 minutos de bate-papo sobre homossexualidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para se cadastrar, preencha o formulário na coluna do lado direito do blog.
Seu comentário é bem vindo, desde que:
1. possua nome e link válidos;
2. não contenha cunho racista, discriminatório ou ofensivo a pessoa, grupo de pessoas ou instituições;
3. não contenha cunho de natureza comercial ou propaganda.
Grato pela compreensão.