Muito se fala do mês de agosto. No Brasil, há o estigma do desgosto ou do mês sem sorte (herança portuguesa). Particularmente, acho que ele representa a vaidade.

O imperador César Augusto, no auge de suas conquistas, foi honrado por um decreto que determinou a mudança do nome do oitavo mês do calendário gregoriano para agosto. Dizem que ele próprio forçou a barra para isso. Não queria ficar atrás de Júlio César, para quem Roma já havia homenageado com o mês de julho. A imodéstia foi tanta que houve até a exigência de que o seu mês tivesse também 31 dias.

Outro indício é o fato de que o signo de Leão, o mais imponente do Zodíaco, está a maior parte dele no mês de agosto. Muitas pessoas desse signo gostam de ser o centro das atenções e podem ser, dizem os estudiosos,  orgulhosos, presunçosos e egocêntricos. 
Barack Obama fará aniversário no dia 04 de agosto. Caetano Veloso, Preta GilGlória Maria, Madonna e Rodrigo Santoro nos dias 07, 08, 15, 16 e 22, respectivamente. Todos de Leão.

Há em contrapartida um exemplo de celebridade, nascida em setembro, que ficou conhecida pelo orgulho ostensivo que fazia questão de não esconder. E pelos méritos profissionais, claro. 
Mais famoso nas décadas de 1960/70, tema de dois filmes de Hollywood, o escritor americano Truman Capote (1924/1984 - fotos acima) era a vaidade em pessoa. Baixinho, esquisito, inteligente, sagaz, homossexual assumido e com língua afiada, Truman tinha tudo para ser infeliz. Abandonado pelos pais e criado pelas tias, passou parte da infância sofrendo e esperando o retorno deles. Quando enfim isso aconteceu, os pais problemáticos se divorciaram (o pai era um colecionador de mulheres) e sua mãe casou-se com um rico industrial que levou a família para Nova York. Lá, o matriculou nas melhores escolas e o escritor chegou a usufruir de uma boa educação e conforto. Porém, a família ficou pobre e se mudou para um pequeno apartamento no qual sequer havia água quente. Sua mãe, alcoólatra, acabou cometendo o suicídio.

A partir de então, Truman só pensava numa coisa: ser um rico escritor e sair nas capas das revistas. E conseguiu. Com 19 anos de idade lançou o primeiro conto, aos 23 o primeiro livro e aos 26 foi três vezes premiado com o O. Henry. Sua fama explodiu para o mundo após o lançamento do livro "A Sangue Frio" (1965), sobre o assassinato bárbaro de uma família que abalou a américa no início da década de 1960.

Um dos filmes sobre a vida do escritor revelou que Capote, embora comprometido com Jack Dunphy, seu companheiro por 25 anos,  teria vivido um romance e se apaixonado por Perry Smith, um dos dois assassinos do homicídio chocante (foto ao lado), enquanto colhia o seu depoimento na cadeia ao longo de quase 4 anos. O malfeitor foi condenado a forca e morreu tendo declarado o seu amor por Truman. Sua grande amiga de sempre, Nelle Harper Lee, chegou a anunciar que a morte do escritor começou no dia daquele enforcamento. 

Nesse período, Truman tornou-se um bon vivant. Um milionário que só queria saber de esbanjar e aparecer na TV que o tornou a lenda querida pelas maiores celebridades da época, inclusive Marilyn Monroe. Tempo em que passou também a consumir muito álcool e barbitúricos que o levaram à morte.

O orgulho por si era tanto que nunca escondeu a sua homossexualidade. Sempre mostrou-se por inteiro, sem medo nem vergonha. Embora não tenha conseguido escrever outro livro com o mesmo impacto, ele ajudou muito as causas LGBT defendendo os direitos dos homossexuais nos meios de comunicação e até participava das manifestações públicas gays. Lembre-se que estamos falando da década de 1960.  Tudo isso prova o seu incomum amor próprio.

Voltando ao mês de agosto, se não foi nele que Truman Capote veio ao mundo, a vida tratou de reparar o equívoco quando o levou embora em 25/08/1984.

Fotos: (1) "Avedon-Capote - Galeria de Ricardoc57; (2)  "Truman Capote" - Galeria de Clotilde (Flickr).

3 comentários:

  1. Junnior!

    Vim desejar que agosto seja um mês bem produtivo, com boa surpresas, com mais histórias interessantes!!!

    Uma feliz semana, ok?
    Jr.

    ResponderExcluir
  2. Odorei o post mas acho que faltou uma coisa essecial nele...


    FALTOU VC CITAR QUE MEU ANIVERSÁRIO É DIA 5.
    Afinal de contas,sou tão importante quanto os outros que foram citados. rsrsrs

    ResponderExcluir
  3. Lito, desculpe a falha. É tão importante, sim.
    A questão é que, veja só, eu não sabia que você nasceu no mês de agosto e é de Leão, seu vaidoso (rs).
    Fica aqui o registro.

    ResponderExcluir

Para se cadastrar, preencha o formulário na coluna do lado direito do blog.
Seu comentário é bem vindo, desde que:
1. possua nome e link válidos;
2. não contenha cunho racista, discriminatório ou ofensivo a pessoa, grupo de pessoas ou instituições;
3. não contenha cunho de natureza comercial ou propaganda.
Grato pela compreensão.