A homossexualidade é uma farsa da natureza. A AIDS é a 'justiça imanente' para a homossexualidade.
Joseph Leonard (o da esquerda na foto), arcebispo belga. Outubro de 2010. 
O monsenhor declarou também que os padres pedófilos de idade avançada não deveriam ser punidos, pois tal ato configuraria uma "espécie de vingança". Sem explicar o motivo de haver crianças e heterossexuais contaminados pelo vírus HIV, dias depois, questionado ele sustentou as declarações. A repercussão foi grande: o padre está sendo processado por homofobia pelo advogado e dirigente do Partido Socialista Flamengo em Bruges, norte da Bélgica; o seu porta-voz, Jürgen Mettepenningen, pediu demissão alegando 'falta de confiança' no monsenhor; e, no dia 06/11, Joseph levou um tapa na cara de um homem durante uma missa. Clique aqui para ver o vídeo.

Enquanto eu for presidente da Federação Croata de Futebol, não haverá homossexuais jogando no time nacional.
Vlatko Markovik, presidente da federação de futebol da Croácia para o jornal "Vecernji List". Novembro de 2010.
Questionado pelo jornalista se conheceu algum jogador gay ao longo da carreira, respondeu: Felizmente, só pessoas normais jogam futebol. 
Dias depois, após tomar conhecimento de denúncias por homofobia promovidas por várias associações defensoras dos homossexuais, Markovic pediu desculpas por meio de um comunicado alegando que fora mal interpretado pelo público: Não foi minha intenção ofender niinguém. Não tenho nada contra as minorias, muito menos contra homossexuais.

O indivíduo não consegue comandar o comando em combate, tem uma série de atributos e fatalmente a tropa não vai obedecer. A tropa não obedece indivíduos desse tipo (sic). Estou sendo sincero na minha resposta.
General Cerqueira Filho, durante uma sabatina na Comissão de Constituição e Justiça do Senado sobre os gays nas forças armadas. Fevereiro de 2010.

Jamais seria capaz de excluir um jogador por ser gay, mas penso que é muito difícil que um atleta consiga viver de forma natural a sua homossexualidade. Mesmo que do ponto de vista cultural muitas pessoas estejam prontas para apoiar e aceitar uma situação destas, tudo será feito para que a mesma seja tratada de uma forma extremamente negativa.
Do então técnico da seleção italiana, Marcello Lippi, durante uma entrevista para uma rede de tevê italiana. 
Agosto de 2009.
Sou inteiramente contrário ao aborto e à exaltação dos homossexuais. Casamento de homem com homem é um erro. Sou contra, mas sempre digo que é importante ter paciência com as pessoas. É uma aberração da natureza. Mas não se pode jogar pedra
D. Eugênio Sales, cardeal e arcebispo emérito do Rio de Janeiro em entrevista ao ESTADÃO. Novembro de 2010.

5 comentários:

  1. Depois de fazer um comentário homofóbico, como no segundo caso, o mais comum é dizer que ''não tem nada contra homossexuais''. Sempre é assim. Pelo menos, eles sabem que é politicamente incorreto ter preconceito.
    Já os religiosos sempre serão assim. A Igreja, daqui a algumas décadas, falirá e eles continuarão com esse conceito sobre a homossexualidade.

    Fazia tempo que eu não comentava aqui, tava sentindo falta de ler tuas postagens. Adorei o novo visual do blog! E o novo nome também. Navve Guei era bom, mas Identidade G é mais marcante, mais forte.
    Vc vai ter que fazer um novo banner né, Junior? Quando já tiver feito, me avisa.
    Só por curiosidade, quanto tempo de existência tem o Blog, Junior?

    ResponderExcluir
  2. Uma contribuição local:

    "Sou inteiramente contrário ao aborto e à exaltação dos homossexuais. Casamento de homem com homem é um erro. Sou contra, mas sempre digo que é importante ter paciência com as pessoas. É uma aberração da natureza. Mas não se pode jogar pedra". (D. Eugênio Sales, cardeal e arcebispo emérito do Rio de Janeiro)

    ResponderExcluir
  3. Billy: obrigado! O novo template do blog tá lindo, mas não está prático pra mim. Não adicionei os banners dos pareceiros ainda por falta de espaço. Creio que terei que alterar de novo (rs). O novo nome eu amei.
    O IG completou 10 meses no último dia 6/11.

    Dois: obrigado pela contribuição. Estava faltando uma frase realmente. Já inseri na postagem.

    Bjuss.

    ResponderExcluir
  4. que tapa mas sem sentido, minha gente, ele só veio correndo e bateu?
    eu não entendi o comentário do Marcelo Lippi, ele tava sendo a favor ou contra?

    ResponderExcluir
  5. Assustador ver como gente aparentemente educada, que deveria ter desenvolvido um pouco mais o espírito (oportunidade pra isso tiveram!) ainda falam, e pensam, tanta asneira.
    Tudo bem, eles têm todo o direito de pensar como pensam, de expressar sua opinião. Felizmente, o mundo avança, apesar deles, mas, se dependesse de gente assim (menos o Lippi), creio que estaríamos todos presos, ou mortos.
    Que, de tortura e morte, eles entendem muito bem! (novamente, exceto o Lippi, dentre os acima). E, quando digo tortura, não digo apenas àquelas coisas que os milicos faziam, me refiro também à tortura psicológica, coisa em que as igrejas são craques.

    ResponderExcluir

Para se cadastrar, preencha o formulário na coluna do lado direito do blog.
Seu comentário é bem vindo, desde que:
1. possua nome e link válidos;
2. não contenha cunho racista, discriminatório ou ofensivo a pessoa, grupo de pessoas ou instituições;
3. não contenha cunho de natureza comercial ou propaganda.
Grato pela compreensão.