Foto: Maiti Quintana/EFE - UOL Notícias.
Uma recepção bem diferente e marcante teve o Papa Benedictus XVI (no latim), 78 anos, durante a sua visita a Barcelona - Espanha ontem. Além do número reduzido de fiéis - o que já é incomum -, o público que marcou maior presença nas ruas foi o dos manifestantes contrários aos velhos dogmas católicos que insistem em condenar a união homoafetiva e o aborto (na Espanha, o aborto foi legalizado há 4 meses e o casamento entre homossexuais, há cinco anos).
Foto: Gustau Nacarino/AFP - R7 Notícias.
Pois bem, eles foram às ruas e, durante a passagem do papamóvel a caminho do Templo Expiatório da Sagrada Famíla, gritaram "FORA" ao chefe-mor da igreja católica. Feministas consideraram uma violência a sua presença no País. Os gays, em retaliação, protagonizaram talvez o maior "beijaço" público diurno já registrado por lá - centenas de casais homossexuais do sexo masculino e feminino se beijaram com vontade, ao vivo e a cores diante dos olhos do sr. Joseph Alois Ratzinger. Outros protestantes, por motivos diversos, expuseram indignados os seus cartazes.
Foto: Heloísa Ferreira.
Somente ao se aproximar do templo, onde, minutos depois, durante a consagração, reiterou o posicionamento da igreja contrário às manifestações que acabara de presenciar, foi aclamado por fieis (em torno de 2 mil) que por ali se aglomeravam e lhe deram as boas vindas: "Viva Benedicto".

Disposição, coragem e atitude não faltaram aos barceloneses. A meu ver, um protesto digno, sem violência e sem hipocrisia.  

2 comentários:

  1. Vi esta notícia no sábado, junto do maridão, e fiquei bem triste, pra falar a verdade. Achei que o pessoal agiu errado, por dois motivos: primeiro, foi um desrespeito. Se você reclama que as pessoas não te respeitam, não pode agir da mesma forma, sem respeitar o espaço alheio. O segundo, é que eles queriam chocar, o que mostra que também não consideram o seu comportamento algo natural. Atitudes intolerantes como esta só servem para reforçar o preconceito, infelizmente.

    ResponderExcluir
  2. Por outro lado foi bom para que fique claro que embora o PAPA seja contra, a vida mostra que isso pouco tem sido relevante, e que ta na hora mesmo dele rever os conceitos se quer aumentar o numero de fieis.Bjs!

    ResponderExcluir

Para se cadastrar, preencha o formulário na coluna do lado direito do blog.
Seu comentário é bem vindo, desde que:
1. possua nome e link válidos;
2. não contenha cunho racista, discriminatório ou ofensivo a pessoa, grupo de pessoas ou instituições;
3. não contenha cunho de natureza comercial ou propaganda.
Grato pela compreensão.