Foto: Ronald Dick e Carlotta Manaigo.
A modelo Lea T. faz jus ao enigmático sobrenome. 
T de transex, de talento, de trabalho, de tendência, de (se) tornar, de ter (sido) ou de transformação, não importa, ela está mesmo é com tudo.


Há anos morando na Itália, o seu próximo e possivelmente um dos mais emocionantes desafios profissionais acontecerá aqui, no seu País de batismo. No próximo sábado, dia 29/01, às 21:30 h, pela primeira vez, ela desfilará em passarelas brasileiras, especificamente no evento de moda São Paulo Fashion Week, para a coleção feminina de Alexandre Herchcovitch.

Se existe mesmo o inferno astral, com certeza, ela vive hoje exatamente o contrário disso.
Está na capa da última edição da revista britânica "LOVE" beijando a boca da eterna topmodel Kate Moss, sob o título This is Hardcore, será a estrela da próxima campanha da Givenchy (grife que a consagrou) ao lado de Izabel Goulart, e foi incluída, em 2011, na lista de um dos mais prestigiados sites de moda internacional, o Models.com., como uma das 50 maiores modelos femininas da atualidade (aparece em 40º lugar).
Pensado melhor, aquele "T" tá mais é pra "Top" mesmo, né não?

3 comentários:

  1. Acho que vale pelo fenômeno, pois não consigo achá-la bonita, viu? Pelo contrário, até. Mas moda tem destas coisas.

    ResponderExcluir

Para se cadastrar, preencha o formulário na coluna do lado direito do blog.
Seu comentário é bem vindo, desde que:
1. possua nome e link válidos;
2. não contenha cunho racista, discriminatório ou ofensivo a pessoa, grupo de pessoas ou instituições;
3. não contenha cunho de natureza comercial ou propaganda.
Grato pela compreensão.