avatar 1 (bebê) Cassia IG

Olá amigos!

Sou Cássia, 50 anos, e estarei aqui toda semana para batermos um papo sobre a mais incrível aventura da minha vida: gerar, parir e criar um filho gay.

Convido a todos a participar comigo desta viagem que só está sendo possível graças ao espaço cedido aqui no Identidade G, blog que frequento, adoro e que muito me esclarece acerca dos fatos do mundo LGBT ao qual a maternidade me conduziu.

Tem sido uma experiência única, que superdimensionou minha vida, aprofundou a minha visão do mundo, das pessoas e de mim mesma, promovendo uma revisão completa de conceitos a cada etapa, pois, em que pese os meus cinquentinha, como mãe, tenho 16 anos, a idade do meu filho, ou seja, estou em plena adolescência.

Tenho aprendido muito e quero aprender muito mais. Ao mesmo tempo, quero trocar experiências com outras mães e pais de filhos gays e também com os próprios, afinal, somos todos uma grande família.

Ao Junior, que desde a minha primeira postagem no IG me recebeu com muito carinho, deixo aqui uma referência.

Aos poucos, contarei a história que me fez entender que “ser mãe é padecer no paraíso” e não faz a menor diferença se o filho é gay ou não.
Até mais.
Cassia IG
(contato:papodemaeig@gmail.com)
[para ler a próxima postagem da coluna "Papo de Mãe", clique aqui]

9 comentários:

  1. Gente quanta novidade em tão pouco tempo ... perdi o fôlego ... rs

    Parabéns e uma Feliz Páscoa

    bjão

    ResponderExcluir
  2. Seja bem-vinda,Cássia!
    Estava lendo seu post e lembrei que há pouco tempo atrás,eu li num site(nao me lembro qual) que qdo o filho sai do armário,os pais entram.Nunca tinha pensado nisso,mas é vdd.
    Eu agradeço a Deus todo dia pela minha família.
    Numa fase de paixao(a única),desisti do cara pq estávamos nos destruindo,meu pai viu meu sofrimento calado e disse o seguinte:Vc é forte,vai superar.Eu só quero ver vc feliz.
    Isso me deu forças para superar aquele momento.Nao me interrogou,simplesmente se mostrou presente.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Bem interessante, essa participação acrescentará muito! Abcs!!

    ResponderExcluir
  4. Seja bem-vinda ao Identidade G! A julgar pelo post anterior, sua participação será de muita utilidade para mães que se descobrem na mesma situação, assim como para muitos jovens que se descobrem gays e não sabem como lidar com a questão.

    Pode contar conosco para o que for preciso, até mesmo quando precisar pedir ajuda, afinal seu filho está apenas começando....rs... (palavras de um casal gay na casa dos 30)

    ResponderExcluir
  5. O nosso seja bem vinda à Cássia! Com certeza muito a nos acrescentar ...

    Imagino o trabalho Junior, pois se para acompanhar tanta informação já não é fácil ... rs

    bjão aos dois

    ResponderExcluir
  6. Paulo, Raphael ,DPNN, obrigada pela acolhida.

    Pois é rapazes, é como eu disse, como mãe, tenho a idade do meu filho e vamos juntos ultrapassando as etapas.

    Foi assim que cheguei aqui....buscando inofrmação, tentando me tornar mais capacitada e ser uma mãe melhor.

    Tenho aprendido muito e preciso muito de vocês, todos vocês.

    Mais que os livros, mais que os especialistas, são vocês que falam a verdade e me "educam" nessa matéria que não tem PhD maior do que ter a natureza gay.

    Gosto muito!!!

    Beijos e obrigada pela força.

    ResponderExcluir
  7. Lobinho,

    Que grande toque!

    Mostrei para o meu marido. Não tem jeito, todos nós passamos por isso. É bom saber o que fazer....

    É isso o que eu digo, nada é mais didático do que conviver com vocês.

    Obrigada meu querido.

    ResponderExcluir
  8. Delicia! Como bom admirador de histórias reais, tenho certeza que irei amar mais essa coluna do IG.
    Parabéns pela iniciativa e a você mãe que por alguns momentos irá representar a mãe de muitos de nós. Grande beijo!

    ResponderExcluir
  9. ah, vou acompanhar atentamente!

    ResponderExcluir

Para se cadastrar, preencha o formulário na coluna do lado direito do blog.
Seu comentário é bem vindo, desde que:
1. possua nome e link válidos;
2. não contenha cunho racista, discriminatório ou ofensivo a pessoa, grupo de pessoas ou instituições;
3. não contenha cunho de natureza comercial ou propaganda.
Grato pela compreensão.