Olá queridos. Antes de mais nada, desculpas aos que vieram aqui ontem ler as postagens do dia e não encontraram. A intenção foi escrevê-las quando chegasse em casa, mas não deu. Foi um daqueles dias estressados. 
O objetivo de uma das postagens de hoje é por fim à enquete sobre adoção que estava na coluna do lado direito do blog por um bom tempo.
Como vocês perceberam, a pesquisa teve como base algumas decisões do Superior Tribunal de Justiça (STJ), no ano passado, sobre o direito de adoção por casais gays. O STJ é um dos órgãos máximos do poder judiciário, porém, conforme sabemos, o guardião da Constituição do Brasil, o Supremo Tribunal Federal (STF), estendeu, no último dia 5, a união estável também aos casais homossexuais que vivem como casados, o que siginifica que foram incluídos no conceito de família de acordo com o que está na carta magna.
Entretanto, é bom ressaltar que, embora o STF tenha deixado claro que estes casais homossexuais têm os mesmos direitos que os heterossexuais no tocante ao patrimônio, à previdência, à herança e etc, não mencionou a questão da adoção. Mas também não restringiu.
Se os casais homossexuais estão constitucionalmente equiparados aos heterossexuais em todos os direitos e deveres da união estável, não haveria lógica jurídica/social para não incluir a adoção, porém, neste caso, há uma lei específica, a de nº 12.010/2009, a qual, mesmo sendo infraconstitucional, deverá sofrer alterações para se adaptar à nova realidade jurídica.
Confiram o resultado final da enquete e obrigado a todos que votaram.

O STJ já reconheceu aos casais homossexuais o direito de adotar. Eu Sou:

homem, homossexual e sou a favor;
  226 (44%)
homem, homossexual e sou contra;
  15 (2%)
mulher, homossexual e sou a favor;
  42 (8%)
mulher, homossexual e sou contra;
  1 (0%)
homem, hétero e sou a favor;
  89 (17%)
homem, hétero e sou contra;
  43 (8%)
mulher, hétero e sou a favor;
  73 (14%)
mulher, hétero e sou contra.

  23 (4%)

Total de votos: 512.
Dica de filme: "Tru Loved". É um filme leve e marcante que aborda a questão da adoção por casais homossexuais e, no caso,  como os filhos crescem e têm que lidar com o preconceito. Pra ler a sinopse, os comentários de quem viu e fazer o 'download', visite o "Intercine Gay", aqui.
Outra boa dica é a mostra do CINUSP (da USP) com filmes de temática LGBTs, dentre os quais, "Baby Love" que aborda a adoção. Para saber mais e ler sinopses deste e de outros filmes, leia a postagem de hoje do excelente blog "Dois Perdidos Na Noite", aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para se cadastrar, preencha o formulário na coluna do lado direito do blog.
Seu comentário é bem vindo, desde que:
1. possua nome e link válidos;
2. não contenha cunho racista, discriminatório ou ofensivo a pessoa, grupo de pessoas ou instituições;
3. não contenha cunho de natureza comercial ou propaganda.
Grato pela compreensão.