NEWS 07.05.2011

REDE RECORD. O  "Fala Que Eu Te Escuto" mudou a forma de abordar a homossexualidade no programa exibido no dia 4 de maio, dia em que teve início o julgamento das ações judiciais que pediam o reconhecimento da união homoafetiva como uma das espécies de entidade familiar prevista na Constituição. Teria sido porque a direção previa que o Supremo Tribunal Federal (STF) aprovaria o pedido das ações, como de fato acabou acontecendo? Fato é que, desta vez e contrariamente ao que costumava fazer, o programa foi imparcial com os gays ao discorrer sobre a homofobia: mostrou cenas de beijo entre gays (foto), apontou dados estatísticos sobre morte e violência contra gays no País, entrevistou famosos gays assumidos e já começou com a seguinte pergunta: A cada 36 horas um homossexual é assassinado no Brasil: reflexo da crescente intolerância, da falta de segurança ou pura crueldade?
Alguns fiéis da igreja universal não gostaram e acusaram a direção de defender a homossexualidade.
Assista parte do programa aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para se cadastrar, preencha o formulário na coluna do lado direito do blog.
Seu comentário é bem vindo, desde que:
1. possua nome e link válidos;
2. não contenha cunho racista, discriminatório ou ofensivo a pessoa, grupo de pessoas ou instituições;
3. não contenha cunho de natureza comercial ou propaganda.
Grato pela compreensão.