Uma briga de rua (0:01'' a 40'').

Muita gente curiosa, assustada e o corre-corre entre chutes e socos dos brigões. Três deles são filmados pelas câmeras de segurança das ruas saindo da confusão. Deixam pra trás o rebuliço que parece ter sido criado por eles mesmos.

Conversam entre eles e dá pra perceber um deles, o gordo, falando e gesticulando animadamente como se estivesse narrando aos outros dois os vários socos que deu em alguém (0:41'' e 1:04'').
O magro sem camisa, avista dois travestis.

[Pelo andar e reação, parecem homens mesmo, só que travestidos. As imagens mostram vários outros circulando por ali. Pelo movimento da rua, parece que rolava alguma festa popular]

O moleque não resiste e corre atrás das "travecos" para provocar mais uma briga. Um dos amigos tentou segurá-lo, mas não conseguiu. O cara estava decidido a perturbar, a dar mais porrada.
Ele chegou bem próximo da vítima e falou sem parar. O travesti, de peruca loira, deu as costas e seguiu, mas o 'machão' queria sangue.

Quando perdeu a paciência, o travesti reagiu [não dá pra perceber bem, mas parece que ela leva um soco ou um tapa em 1':19'). O gordo, que parecia mais lúcido e aquela altura já notara que mexeram com pessoas erradas, abraçou o amigo por trás e deu um giro de 180º criando um escudo com as suas costas grandes.

Eles não contavam com a 'amiga' da vítima - de peruca escura e vestido preto curto - que vinha logo atrás. Ela deu dois socos certeiros na cara de cada um enquanto a 'loira' os atacou por trás e os jogou no chão. A 'morena' completou com dois chutes.

Após o ocorrido, uma delas se agacha no meio dos derrotados, coleta a bolsa e os adereços que caíram, se apruma e retorna linda e loira ao seu caminho, juntamente com as amiguinhas. Nem olham pra trás.
Essa segunda briga começa em 1':03'' e termina em 1':35''.

E onde foi parar o terceiro amigo que tentou segurar o magro sem camisa logo no início da segunda confusão? Quando viu a coisa ficar feia, deus três passos pra trás e até sumiu do campo de visão do vídeo. Reparem bem entre 1':20'' e 1':22''. Chega a ser engraçado.

Os dois que apanharam tentam se recompor. O magro sem camisa mal conseguiu se levantar e quando ficou de pé caiu feio novamente dois ou três passos depois (1':33'' a 1':47'').
Dali em diante as imagens beiram ao patético. Os caras desnorteados são ajudados por transeuntes até a chegada da polícia. O magro sem camisa, que antes estava disposto a criar confusão, começou a abraçar todo mundo na rua.

Nada como um tratamento de choque para esses caras metidos a valentões, né não?

Por que as capitais mais violentas não adotam essa tática?

Poderiam usar policiais (bons de briga) travestidos nas ruas, usando roupas e se portando como gays durante as madrugadas dos finais de semana para darem uma lição nesses caras.
#Ficadica.

5 comentários:

  1. acho que os gays deveriam se espelhar mais nos travestis. Eles são mais machos do que todos os outros...

    ResponderExcluir
  2. Como sempre,esses homofóbicos só andam em turmas.Covardes!
    Beijos,Ju.

    ResponderExcluir
  3. não consegui ver absolutamente nada do video... =(

    ResponderExcluir
  4. Sou contra violência, mas que sua idéia foi boa foi, policiais a paisana, travestidos, iriam comprovar a nossa tese de homofobia, e iam ver que ela é realidade e nao frescura ou querer ter privilégios como alguns dizem!

    ResponderExcluir
  5. assino em baixo ao coment do DPNN ... umas gangs de bibas dando um trato nos machos seria o máximo ... veríamos o qto eles são machos ...

    ResponderExcluir

Para se cadastrar, preencha o formulário na coluna do lado direito do blog.
Seu comentário é bem vindo, desde que:
1. possua nome e link válidos;
2. não contenha cunho racista, discriminatório ou ofensivo a pessoa, grupo de pessoas ou instituições;
3. não contenha cunho de natureza comercial ou propaganda.
Grato pela compreensão.