Muitos fãs do Brasil que já curtiam Stone Sour antes da sua apresentação ontem no Rock in Rio vão odiar a possível popularidade que a banda vai ter por aqui a partir desse evento.

É que roqueiro de verdade tem essas coisas; se gaba ao descrever as melhores bandas de rock pesado e adora quando seus interlocutores ficam com cara de paisagem, sem noção de quem ele está falando.


Mas são inegáveis o apelo da Stone Sour. O carisma de Corey Taylor, vocalista, é tudo de bom. Ele é gato e no palco vira um gigante.

O show ontem foi um dos melhores que já assisti. Em pesquisas, descobri algumas surpresas para quem, como eu, não conhecia o histórico da banda norte-americana.


Um fato interessante é que, apesar de ter sido formada em 1992, pelo próprio Corey Taylor e James Root (guitarrista), o grupo se dissipou em 1998 após Corey e, um ano depois, Root entrarem no "Slipknot" - banda metal famosa que se apresentará hoje no Rock in Rio. Os integrantes usam máscaras diferentes em seus shows (Wikipedia). 

E aqui está um fato bem curioso: um mix bizarro dos hits "Psychosocial", de Slipknot, e "Baby", de Justin Bieber, formando o "Psychosocial Baby". Ficou bom. Detalhe: 8 milhões de acessos. YouTube].

De volta aos caras, em 2002, eles retornaram à banda e gravaram o primeiro álbum autointitulado "Stone Sour". Atualmente, estão no terceiro: "Audio Secrecy".


Com aquela voz visceral de trovão, o cara hipnotizava a plateia todo o tempo, mesmo quando só falava com a plateia. Ele chegou chegando: Vamos botar pra fuder, Rock in Rio

E botou! Pelo que notei, fuck e fuckers são as palavras favoritas de Taylor.
Estamos na porra do Rock in Rio!
Estão prontos para perderem as porras de suas cabeças comigo, seus mothersfuckers?
Crazies mothersfuckers... [algo como porras-loucas]
O estilo Stones é meio hard meio punk. Incrível é que, apesar de conter aquela pegada metal pesada, as melodias estão fortemente presentes em quase todas as músicas, senão em todas. Isso faz toda a diferença. Gosto de rock e sei que muitos gays são fãs também. 

A música "Your God" é bem maneira e fica a dica. Algum fã 'motherfucker' já disponiblizou e é só procurar no YouTube. 

Na próxima quinta-feira, dia 29, pra mim é um dos melhores dias com (Janelle Monáe + Ke$ha + Jamiroquai + Steve Wonder). Vale a pena.


O vídeo abaixo é o clipe oficial da música "Haunt me".

E hoje tem Glória, banda de rock nacional muito, mas muito boa. Os caras arrebentam.


3 comentários:

  1. ah, janelle é maravilhosa...
    eu iria pra ve-la sim...

    ResponderExcluir
  2. Não faz meu tipo: nem o som, nem o vocalista... ele é todo teu!

    ResponderExcluir
  3. O bofe é fazível, mas a banda Slipkhot, nossa, o povo deve ter amado a performance!

    ResponderExcluir

Para se cadastrar, preencha o formulário na coluna do lado direito do blog.
Seu comentário é bem vindo, desde que:
1. possua nome e link válidos;
2. não contenha cunho racista, discriminatório ou ofensivo a pessoa, grupo de pessoas ou instituições;
3. não contenha cunho de natureza comercial ou propaganda.
Grato pela compreensão.