Wow, andei checando no Google algumas fotos da cidade Tel Aviv, em Israel, e deu vontade de pegar o primeiro avião pra lá.
Sol, belas praias e, segundo o vice-cônsul de Israel, Hagai Mei, é um destino gay sem dúvidas: A comunidade gay em Tel Aviv vive livre e feliz com a sociedade.
Hagai declarou também que Tel Avivi é uma cidade moderna, cheia de encantos, feliz, livre, fabulosa e oferece vasto comércio e locais destinados ao publico gay. A National Geographic informou que a cidade foi nomeada uma das 10 melhores cidade de praia do mundo, acrescentou ele ("A Capa").
Ninguém ou nada melhor para provar do que os vídeos da dupla Uriel Yecutiel (a cara do Freddie Mercury) e Eliad Cohen, do Projeto Arisa. Eles participam da divulgação das festas gays que rolam no Post Club e os vídeos foram inicialmente lançados no Facebook. Se tornaram vírus e se espalharam praticamente por todo o mundo. 
A dupla ficou conhecida pela comédia rasgada que exibe em cada vídeo. Shows à parte. O cenário varia de acordo com os temas das festas, mas os protagonistas são sempre eles: Uriel faz a mona pintosa, supermaquiada e apaixonada pelo bofão bonito, gostosão e mau, representado por Eliad.
Parece que o Brasil já foi um dos temas. No vídeo (acima), Uriel aparece como juiz de de futebol usando salto alto vermelho e sambando como uma rainha de bateria.
O legal é que o Arisa virá ao Brasil para se apresentar no 19º Festival MixBrasil. O site MixBrasil informou que pretende "ocupar toda a cidade" de São Paulo, entre os dias 10 (com Arisa) e 17 de novembro.
Outra dupla que veio de Tel Aviv e exerce um ótimo trabalho, o The Young Professionals (D.I.S.C.O) ou simplesmente TYP, é formada por Ivri Lider e Yonatan Goldstein.
Ivri é conhecido em Israel não somente pela música, mas também por ser defensor dos direitos dos gays. Segundo o site "Pick up The Headphones", ele ganhou o Grammy de Melhor Artista israelense no ano passado e já remixou músicas para Lady Gaga e Kate Perry.
Yonatan é produtor e compositor e o seu trabalho também é reconhecido em Israel.
E quem participou de um dos clipes (acima) do TYP? Ninguém menos que Uriel Yecutiel (Arisa).
O vice-cônsul de Israel parece que sabe o que diz.
Para ver os vídeos, clique na primeira e/ou na última imagens e será direcionado ao canal IdG do YouTube. Lá, tem vários outros vídeos do Arisa.
Os DPNN lembraram e sugeriram uma postagem bem interessante que fizeram sobre Israel. Eu li na época e se tivesse lembrado teria 'linkado' logo: "Ser Gay em Israel."



10 comentários:

  1. Eliad Cohen,para desespero dos gays,é hétero.

    Nao sabia que Ivri Lider agora formou uma dupla.

    ResponderExcluir
  2. Faltou o s no ProfissionalS.kkkkkk.
    Delete depois este coment.

    ResponderExcluir
  3. Rindo muito aqui, Lobinho. Obrigado. A cupa é do teclado, juro (rs).

    ResponderExcluir
  4. Tá vendo? É "culpa". As teclas do meu teclado são duras e, quando digito rápido, algumas letras não saem.

    ResponderExcluir
  5. Eu tb ri muito aqui.
    Vendo este clip dos TYP,lembrei da música D.I.S.C.O.Acabei encontrando a versao nacional.#medo

    ResponderExcluir
  6. E tem gay que ainda tem coragem de fazer umas besteiras sobre Israel e sair por aí defendendo a Palestina...

    Já troquei uma ideia com o pessoal do Arisa, foram bem gentis e, quando souberam que eu era do Brasil, falaram sobre o vídeo do futebol e comentaram que estavam negociando uma festa por aqui. Legal saber que eles virão ao nosso país.

    Coloca aí o link do post lá do blog sobre ser gay em Israel, para complementar a matéria.

    ResponderExcluir
  7. que legal vou colocar no meu "roteiro" de coisas a fazer antes de morrer ...kkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  8. Realmente é um lugar a mais pra tchurma,coisa boa!

    ResponderExcluir
  9. Eliad Cohen é gay sim. Se assumiu aos 20 anos.

    ResponderExcluir

Para se cadastrar, preencha o formulário na coluna do lado direito do blog.
Seu comentário é bem vindo, desde que:
1. possua nome e link válidos;
2. não contenha cunho racista, discriminatório ou ofensivo a pessoa, grupo de pessoas ou instituições;
3. não contenha cunho de natureza comercial ou propaganda.
Grato pela compreensão.