Foto: Galeria de Steviedorko (Flickr).
Se morasse no Paquistão (sul da Ásia), possivelmente o Identidade G não existiria. Bom, pelo menos não poderia enviar mensagens via SMS com as notícias aqui publicadas.
Palavras relacionadas à orientação sexual, como "gay" e "lesbian", foram consideradas ofensivas pelo regulador de comunicações do governo paquistanês.
Por enquanto, a lista contém 1108 palavras e expressões em inglês e 587 em urdu - língua oficial. Mas não é taxativa. O governo deixou claro que poderão ser acrescidas outras quando necessário.
Mais palavras que constam na lista: "fuck", "pimp", "stupid", "stroke" e "joint".
Não se sabe porque, mas algumas expressões ligadas à palavra "foot" (pé), como pé de atleta, "Got Jesus", "Fatso" e "K Mart" foram também vetadas. Esta última, o site Portugal Gay (fonte da postagem) atribuiu à droga quetamina ou ao 'special K'.
É uma decisão bastante retrógrada, mas é reflexo (e um passo atrás) do que acontece no continente asiático. Dos trinta países e territórios da Ásia, doze condenam a homossexualidade e punem os homossexuais. Desses, três punem apenas os homossexuais masculinos. Paquistão é um deles e a pena varia de multa a dois anos de detenção. Os outros dois são: Turquemenistão (multa a detenção de dois anos) e Uzbequistão (multa a três anos de detenção).
A Chechênia é o único que aplica a pena (única) de morte ao condenado(a) pelo 'crime' de homossexualidade (Wikipedia).
Sobre homossexualidade nos países da Europa, clique aqui.
Sobre homossexualidade nos países da África, clique aqui.


6 comentários:

  1. Ju,estes 3 últimos países faziam parte do bloco comunista.Sabemos como existe um preconceito enorme na Rússia.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. levando em consideração a preocupação paquistanesa com a influência ocidental em seu modo de vida, não é de surpreender.

    ResponderExcluir
  3. O Paquistão alberga em seu território facções islâmicas fundamentalistas dum extremismo feroz. Com os avanços e retrocessos civilizacionais que vimos observando por esse mundo fora, me parece que vai levar muito tempo a que certos povos aceitem o mundo e a vida com uma visão mais tolerante e abrangente da real diversidade humana.

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Estamos vivendo na perversa Ditadura dos Pederastas Viados!

    ResponderExcluir

Para se cadastrar, preencha o formulário na coluna do lado direito do blog.
Seu comentário é bem vindo, desde que:
1. possua nome e link válidos;
2. não contenha cunho racista, discriminatório ou ofensivo a pessoa, grupo de pessoas ou instituições;
3. não contenha cunho de natureza comercial ou propaganda.
Grato pela compreensão.