Quando se combate o preconceito, o medo diminui.
Ligia Polistchuck, psicóloga.


7 comentários:

  1. Cada um fazendo sua parte.
    Beijos,Ju.

    ResponderExcluir
  2. Acho que é o dia de lembrar que existe, sim, vida após a infecção.
    Mas, especialmente, que será sempre melhor prevenir do que conviver com o virus!
    Proteção sempre!

    ResponderExcluir
  3. Tenho vários amigos, muito queridos, que amo do fundo da minha alma, que são portadores de HIV. Já dormi com eles (eu falei dormi, suas mentes devassas!). Ok, também já tive um namorado com HIV. E quis o destino que eu não seja portador de tão nefasta ameaça. A vida não pára e todos eles souberam continuar vivendo com alegrias e tristezas como todo mundo.
    As campanhas estão aí! Os avisos estão por todo lado! Até os mais velhinhos sabem indicar aos jovens que se devem proteger e salvaguardar. Cabe a cada um cuidar de si. Afinal se sabem paquerar na internet e são tão hábeis a aprontar estupidez e desonestidade, então que se cuidem. Com os níveis de informação a que a nossa sociedade chegou já não há mais desculpa para o desconhecimento.
    Abram os olhos!!!

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Dignidade, solidariedade e responsabilidade ... palavras chaves neste contexto ...

    bjão

    ResponderExcluir
  5. ISSO É IMPORTANTE COMBATE A AIDS NÃO SÓ HOJE MAS SIM TODOS OS DIAS DE NOSSAS VIDA E NAO DARMUS POR VENCIDO E AJUDAR A QUEM PRECISA ISSO NOS TORNA MAIS FORTE A CADA INSTANTE .. VIVA AO DIA MUNDIAL CONTRA AIDS . E FIQUE SABENDO SE PREVINIR NAO SÓ PREVINE VOCE MAS TAMBEM SEU COMPANHEIRO OU COMPANHEIRA..

    ResponderExcluir

Para se cadastrar, preencha o formulário na coluna do lado direito do blog.
Seu comentário é bem vindo, desde que:
1. possua nome e link válidos;
2. não contenha cunho racista, discriminatório ou ofensivo a pessoa, grupo de pessoas ou instituições;
3. não contenha cunho de natureza comercial ou propaganda.
Grato pela compreensão.