Atenção: Confira aqui a entrevista exclusiva de Julio Vidal ao IdG, de 09.01.2012.
_______________________________
A postagem abaixo é de janeiro de 2011 e ocupou a terceira posição dentre as mais visitadas no ano passado: aproximadamente 38.200 visitas. 
É a história do ex-ator pornô e atual pastor evangélico Giuliano Ferreira ou Julio Vidal como ficou mais conhecido na indústria pornográfica.


Para conferir os comentários da postagem original, clique aqui.
______________________________________
Em 1998, aos 18 anos de idade, ele começou como 'gogoboy' em algumas casas noturnas de São Paulo. Aos 20, já era considerado o maior ator de filmes eróticos do Brasil. Julio VidalJuliano Ferraz (nomes artísticos) ou Giuliano Ferreira (batismo) é uma lenda da pornografia brasileira e ainda perambula no imaginário de muitos fãs que ele deixou pra trás.
Sua filmografia conta com incríveis 300 filmes dos gêneros masculino e feminino e de todas as espécies: homo, bi, lésbicos, travestis, trans e heterossexuais.
Durante cinco intensos anos, ele ganhou muito dinheiro para os padrões brasileiros e chegou a comprar quatro casas, graças à sua performance sexual e ao invejável porte físico, incluindo, claro, o seu dote.
Em 2003, um susto fez com que ele desistisse da carreira. A suspeita de ter contraído HIV surgiu após um telefonema que recebera de uma empresa com a qual havia assinado contrato e gravado um filme com dois atores contaminados. Ato contínuo, uma revista incluiu o seu nome numa lista com os nomes dos atores potencialmente suspeitos de estarem com o vírus.
Dá pra imaginar que os convites para novos trabalhos se tornaram escassos ou até inexistentes em razão do alto risco de contaminar outros atores - mesmo hoje em dia, ainda há filmes sendo produzidos sem o uso do preservativo, por incrível que pareça.
Após um período de latência, necessário para aguardar o prazo para fazer o teste de HIV, o qual a ciência denomina "período de janela", Giuliano passou por alguns percalços na sua saúde que o fizeram acreditar que estava mesmo com AIDS. Contou tudo para a namorada - que conheceu durante a matrícula escolar do filho e o apoiou nesta fase - e resolveu abandonar tudo. Foi trabalhar como recepcionista de um hotel, no qual, durante um dia de trabalho, subiu ao terraço para abrir o envelope do exame com o resultado negativo.
No mesmo ano se tornou evangélico e em apenas quatro meses já era convidado para palestras em vários núcleos religiosos.
Entrou para faculdade em 2005, para cursar teologia e, partir de então, tal qual a carreira como ator pornô, o sucesso não demorou a chegar: de "pregador" a "líder de missões" bastaram dois anos. 

Atualmente, com quase 32 anos de idade, ele se diz "secretário de ministro" numa assembléia de Ribeirão Bonito - SP, cidade onde mora com a família: a agora esposa, o filho e o enteado. Pelo que consta do site, cada vez mais aumentam os convites para participar de cultos religiosos em diversas cidades do Brasil.
Acompanhe a seguir trechos de uma entrevista concedida por ele ao site "Guia da Semana", em 2008:
  • Com 18 anos, precisava trabalhar e aquela era a opção. Entrei de cabeça.
  • Prazer? Não. Fazia por necessidade.
  • Meu conceito de sexo foi sempre o de fazer com a pessoa que amo sem exposição. Mas eu era um ator, tinha que interpretar.
  • Após ter trabalhado no exterior, ganhava em dólar e três vezes mais que os iniciantes.
  • Não sou mais aquele rapaz de 19 anos com o corpo malhado.
  • Depois de passar por diversos acidentes, até de avião, e uma infecção generalizada, senti que devia parar.
  • Os fãs daquela época que me procuram são os que querem mudar de vida.
  • Não sinto falta de nada. Jesus substituiu tudo.
  • Cada vez que prego, entre 10 e 15 pessoas aceitam Jesus.
  • Minha mudança serve de exemplo para outras pessoas.
  • Entre 4 paredes vale o respeito.
  • As pessoas que se dizem evangélicas, mas continuam fazendo fotos ou filmes eróticos não tiveram mudança de caráter. Crente todo mundo é, até o diabo.
  • A minha mulher nunca quis ver os meus filmes. Achei melhor assim.
 Sem entrar no mérito da fé, creio que Giuliano seria bem sucedido em qualquer área que escolhesse porque, além da gana, ele é um lobista nato e convence. Pessoas assim têm o talento negocial correndo nas veias. É como a Madonna, por exemplo. Ela sempre foi melhor 'marqueteira' do que cantora. E de mão cheia. Por isso, até hoje a sua carreira está em alta. O talento sem esta habilidade, mesmo que terceirizada, não estabiliza ninguém.
Receba as postagens deste blog por e-mail, clique aqui e coloque o seu e-mail.
Para se cadastrar aqui no blog, clique aqui.

8 comentários:

  1. Tô ansioso prá ver a entrevista dele!

    ResponderExcluir
  2. Eu já havia lido essa matéria e ainda tenho a mesma opinião: ELE É O CARA!

    ResponderExcluir
  3. Assisti muitos filmes dele... Se ele esta feliz, q assim seja!!!

    ResponderExcluir
  4. quero muito ver a entrevista dele, o Juliano Ferraz sempre me pareceu simpático e nos filmes que participou mandava muito bem
    pena ter virado evangélico...

    beijoooooos

    ResponderExcluir
  5. que virada de página! será que ele exibe os vídeos do "antes" e "depois" dele nas palestras?

    ResponderExcluir
  6. e eu só conheci ese cara agora... tempo perdido!

    ResponderExcluir
  7. Pois ele pode ser excelente pessoa.
    mas essa atitude hipócrita dele de cuspir no prato que comeu não esta com nada e derruba todo meu conceito a respeito dele.
    Eu desprezo.

    ResponderExcluir

Para se cadastrar, preencha o formulário na coluna do lado direito do blog.
Seu comentário é bem vindo, desde que:
1. possua nome e link válidos;
2. não contenha cunho racista, discriminatório ou ofensivo a pessoa, grupo de pessoas ou instituições;
3. não contenha cunho de natureza comercial ou propaganda.
Grato pela compreensão.