No dia nove de setembro, há pouco mais de três meses, portanto, o Identidade G publicou (aqui) uma postagem sobre o (re)início da carreira dessa "hollywood.pop/sad.core" cantora, como ela se autodefine musicalmente.
De lá pra cá, muita coisa mudou. Lana Del Rey hoje pode ser considerada mundialmente popular.
Na ocasião, seus vídeos eram encontrados no canal do YouTube e o estilo melancólico-retrô ganhou o mundo.
Lana continua publicando os vídeos. Ela disponibilizou o seu novo trabalho, "Born To Die", no dia 1º de dezembro último (1.164.759 visualização até este momento). O vídeo contém a música inteira, contudo mostra ao fundo uma imagem em movimento, no estilo 'teaser', da cantora abraçada ao modelo que participa do clipe oficial.
Já no canal oficial VEVO, o clipe foi disponiblizado e veja só:  2.886.085 visualizações em apenas quatro dias!! Até ontem eram pouco mais de um milhão.
Todos querem ver Lana em ação. Assista a seguir.
[complemento: Lana Del Rey acabou de publicar em seu canal, às 15:00 de hoje, o vídeoclipe]

6 comentários:

  1. belíssimo ... senti umas coisas diferentes aqui vendo o modelo ... OMG!

    ResponderExcluir
  2. A Lana é fantástica! Sua voz, seu estilo, tudo nela se encaixa perfeitamente; Ansioso pelo álbum. bjos

    ResponderExcluir
  3. Nao sei pq mas a musica me lembrou Crying Game. Bjs

    ResponderExcluir
  4. Assim, como praticamente eu não conhecia a Lana, fui fazer uma “colheita” das músicas dela... delicinha, me apaixonei, amor à primeira ouvida. Pra quem quiser, eu deixei a “cesta” no endereço abaixo... muito bom mesmo!

    Beijão, Junnior

    http://www.megaupload.com/?d=I0BL7AJU

    ResponderExcluir
  5. Ela já tá entre as minhas cantoras preferidas. Adoro as músicas dela. O álbum dela sai no próximo dia 30 ô/

    ResponderExcluir

Para se cadastrar, preencha o formulário na coluna do lado direito do blog.
Seu comentário é bem vindo, desde que:
1. possua nome e link válidos;
2. não contenha cunho racista, discriminatório ou ofensivo a pessoa, grupo de pessoas ou instituições;
3. não contenha cunho de natureza comercial ou propaganda.
Grato pela compreensão.