Com o lançamento mundial no último dia 26 do seu disco MDNA, os fãs estão dizendo que Madonna está de volta. Os críticos alegam que ela nunca saiu. 
De fato, a sua carreira, 'midialmente' falando, sempre esteve acompanhada dos holofotes, mas o que os fãs querem dizer é que aquela Madonna, a desvairada, a desmedida e a sexual, politica e religiosamente controversa, está de volta.
Será que a Madge*¹ andou remexendo o baú e se deparou com o vestido de noiva com o qual rolou pelo chão durante a performance de "Like a Virgin"  no palco do MTV Video Music Awards, em 1984? Aquela foi considerada a mais ousada simulação sexual jamais vista na tevê até então. A própria MTV considera a atuação uma das mais icônicas da história da emissora. 
Madonna sempre foi conhecida por reinventar a imagem e a carreira, porém, desde o nascimento da filha Lourdes Maria, 15 anos, no final da década de 1990, quando se envolveu com o misticismo oriental da Cabala e por causa de uma sucessão de outros períodos - ela já esteve escritora de livros infantis, diretora de filmes e empresária de moda -,  a sua carreira de cantora ficou restrita mais à tradição das polêmicas de outrora do que às atitudes de então.
O vestido de noiva voltou pro baú, mas o espírito Madonna, a rainha do pop, incorporou.
 
O clipe oficial de Girl Gone Wild reúne imagens que lembram bastante a trajetória da artista, principalmente quando estava em ascensão, no auge das controvérsias: Like a Prayer, Vogue, Erotica, Sex (o livro), In Bed With Madonna (o filme) e etc.
Em Girl Gone Wild, os bailarinos e os modelos reaparecem com corpos esculturais e simulam envolvimento sensual/sexual entre eles, solo ou com a cantora. O clipe reforça também os saltos altos nos homens, uma marca registrada do grupo ucraniano Kazaky, os meninos dos saltos. Lembram deles? Aqui.
Disseram [PTJornal.com] que o clipe foi vetado pelo YouTube, mas ele está lá. E muito bem obrigado! Mais de dois milhões de visualizações em apenas sete dias (assista mais abaixo). O teaser, postado pela Vevo em 27/02, já consta quase quatro milhões.
Outra curiosidade. O clipe mostra a cantora e alguns bailarinos fumando e soltando várias baforadas. Neste ponto, coube a Lourdes Maria, sem querer, contribuir para o lançamento. A rebenta foi flagrada num passeio acompanhada de um amigo com um cigarro nos lábios (foto abaixo).
Influência negativa de 'mamy Madge' ou praga rogada pelo famoso produtor de música eletrônica Deadmau5?
Durante a apresentação no festival de música eletrônica em Miami, neste último final de semana, o Ultra Music, Madonna perguntou aos 150 mil presentes na platéia quantos deles haviam visto Molly(?) A pergunta seria alusão ao ativo químico usado na fabricação da droga 'ecstasy', chamado de MDMA e conhecido nos EUA como Molly [MDMA (droga) + MDNA (disco da Madonna) = marketing]
A indagação rendeu milhares de manifestações nas redes sociais, dentre as quais, a do próprio Deadmau5. Segundo ele, a artista teria acrescentado um novo ingrediente a sua carreira, a idiotice.
  • Muita classe, Madonna. Perguntar se já viram Molly? Grande mensagem aos jovens amantes da música eletrônica, ironizou o produtor musical em seu Facebook.
Madonna entrou no Twitter e respondeu a acusação postando a foto acima na qual aparece com as orelhas da Minnie. Um diálogo entre os dois pôs fim à polêmica.
  • De um rato para outro: eu não apoio as drogas e nunca apoiei. Eu estava me referindo a música 'Have you ever seen Molly', escrita pelo meu amigo Cedric Gervais, com quem eu quase trabalhei no meu CD.
  • Justo, eu estava apenas mostrando minha preocupação, como eu sempre faço. Independentemente, seja um pouco mais consciente do que você representa e eu vou controlar a minha boca.
  • Comunicação é sempre o melhor caminho. Você deveria ter me ligado antes, nós poedríamos ter esclarecido tudo em particular. Te vejo na estrada", finalizou Madonna (site EGO).
E as picuinhas internéticas continuaram em outra esfera.
Mais uma declaração da cantora nas redes sociais promete muita confusão. Tem a ver com a sua turnê em São Petersburgo.
Apesar de legalmente não discriminar a homossexualidade, a capital russa lançou uma lei que proíbe propagandas homossexuais. A Igreja Ortodoxa Russa apoia a norma e pretende estendê-la ao País.
A popstar  não se conforma com a lei antigay e declarou em seu Facebook: Não fujo da adversidade. Falarei durante minha atuação sobre esta ridícula atrocidade. Falarei durante o show em São Petersburgo a favor da comunidade homossexual para prestar apoio e inspiração para qualquer pessoa que esteja ou se sinta oprimida.
Se a Madonna ou algum dos organizadores infringirem essa lei, eles também serão punidos. A cantora pode receber uma multa de até US$ 170, afirmou o deputado governista russo Vitali Milonov, em declarações recolhidas pela agência 'Interfax'. (Fonte: Exame.com)
Quem disse que Madge havia perdido a majestade?
_________________
*¹ O apelido Madge foi criado pela imprensa britânica. A cantora teria comentado ironicamente no programa David Letterman, em 2009, que não gosta dele: Essa é uma das razões pelas quais eu deixei a Grã Bretanha. Não queria ouvir mais esse nome. E explicou: Algumas pessoas dizem que Madge é um coloquialismo para se referir a uma entediada dona de casa de meia idade, e outras dizem que é um diminutivo de majestade. Suponho que pode ser o mais respeitável.


11 comentários:

  1. Duas coisas impressionantes. A primeira: em 1984 quando eu, provavelmente, estava rolando no meu berço, Madona já rolava no chão do MTV Video Awards. E, se bobear, olha que hoje eu não recusaria rolar com ela em algum local mais apropriado... Cuma?... xô, sai desse corpo que não te pertence! (kkkkk)

    A segunda: meu lindo, que post é esse? Tem informação na lateral, na transversal, na diagonal, affe... esse é o seu conceito de uma “completinha”?! (kkkkk)

    Ficou ótimo... maravilha!

    Beijão.

    ResponderExcluir
  2. Cada vez que vejo essa senhora (rsrsrs) vou correndo ao espelho e pergunto: será que eu poderia?

    Amigo, voltou com tudo, heim! Eu, que leio rápido e, quando me interesso, quero ver tudo, levei quase meia hora! Maravilha, tudo na medida certa. Fora a "senhora", que coisa mais linda. Esse vídeo novo, só é possível por ser ela quem é. Adorei! E, que "coreografia", heim (rsrsrs)

    Abração

    ResponderExcluir
  3. Meu amigo, to abismado! Boquiaberto, estupefato, estarrecido, que mais? Se existisse um prêmio “O Saco de Ouro”, você seria o ganhador, indubitavelmente! Nem eu, que escrevi todos os posts, conseguiria ler e comentar todos, de uma vez, de cabo a rabo (rsrsrsrs) como você fez. Sem palavras, to estático!

    Um pequeno adendo (rsrsrs). No ultimo post eu escrevi “... os olhos são os únicos órgãos dos sentidos cujo caráter puramente receptivo não é reconhecido no pensamento do senso comum.” Isso não quer dizer que não existam outros órgãos (como você mesmo citou, no caso os ouvidos) que são também receptivos. O destaque da minha frase fica por conta de serem os olhos os únicos “não reconhecidos pelo senso comum”, ou seja, nós associamos a eles o poder de transmitirem alguma coisa, o que não acontece com os ouvidos, certo?

    Beijos e muito obrigado, do fundo do meu coração!

    ResponderExcluir
  4. Fico tão feliz em saber que ela ainda é a poderosa Madonna, show de bola, grande beijos!

    ResponderExcluir
  5. parabéns pelo texto, Junnior, mto bem escrito

    ResponderExcluir
  6. Amoooooooooo! Corri e baixei o cd no DPNN.

    Ju, desculpe a falta de tempo mesmo.
    Vou tentar visitar os blogs no fds. Olha a hora.kkkkk.
    Primavera é difícil para em casa. huahauua. Beijos,querido.

    ResponderExcluir
  7. Tô ouvindo nesse exato momento pela primeira vez o MDNA completo. Eu já conhecia e odieo Give Me All Your Love. A música e o clipe são ridículos. Ela tentou ali ser uma ninfetinha, algo que ela tá longe de ser, e se enquadrar de alguma maneira no quadro atual do pop, o que ela não precisa (ela também nem precisava, aliás, da parceria com as garotas). Já nesse Girl Gone Wild, ela tá sensacional. Não forçou nada. Tá sendo ela mesma, Pop, mas não um pop das súditas (como fez em Give Me All Your Love), mas um pop de Majestade! Acertou, assim como nas outras que já ouvi.

    ResponderExcluir
  8. Vc é sempre tão fantástico ao escrever...

    ResponderExcluir
  9. Mais uma vez Madonna usa de sua esperteza para ter os holofotes sobre si novamente. Na minha opinião, ela se reduz a isso : esperteza mercadológica. A única coisa boa nesse vídeo é o pessoal do Kazaky ao qual Madonna recorreu para os gays prestarem atenção nela. Ela precisava disso depois dar dor cotovelo que ficou por não ter escrito Born This Way.

    ResponderExcluir
  10. Mais uma vez Madonna usa de sua esperteza para ter os holofotes sobre si novamente. Na minha opinião, ela se reduz a isso : esperteza mercadológica. A única coisa boa nesse vídeo é o pessoal do Kazaky ao qual Madonna recorreu para os gays prestarem atenção nela. Ela precisava disso depois dar dor cotovelo que ficou por não ter escrito Born This Way.

    ResponderExcluir

Para se cadastrar, preencha o formulário na coluna do lado direito do blog.
Seu comentário é bem vindo, desde que:
1. possua nome e link válidos;
2. não contenha cunho racista, discriminatório ou ofensivo a pessoa, grupo de pessoas ou instituições;
3. não contenha cunho de natureza comercial ou propaganda.
Grato pela compreensão.