Durante as cerimônias da Sexta-feira Santa na Espanha, o bispo rezava uma missa transmitida pela tevê pública espanhola. Durante o sermão, ele iniciou um papo estranho sobre a sexualidade humana. Incluiu criancinhas no meio da conversa pra terminar com prostituição e inferno.
Taí um padre de coragem, pensei ao começar a ler a matéria. Ele vai discorrer sobre um dos maiores problemas da Igreja Católica: abuso sexual de crianças.
Será que ele argumentará algo plausível contra a omissão da Igreja aos tantos padres católicos e tarados que abusaram sexualmente de centenas ou milhares de crianças, de ambos os sexos, durante décadas, quiçá séculos?
Que nada! O que ele fez foi justamente atacar os homossexuais, indistintamente. Todos os gays, segundo ele, estão com um pé na prostituição e com os dois  no inferno.
As palavras do bispo estão transcritas abaixo e podem ser acompanhadas pelo vídeo que encontra-se na matéria divulgada pelo site TVi24,de Portugal. 
Quero dizer umas palavras àquelas pessoas que hoje, levadas por tantas ideologias, acabam por não orientar bem o que é a sexualidade humana, pensam desde crianças que têm uma atração pelas pessoas do mesmo sexo. Às vezes, para comprová-lo, corrompem-se e prostituem-se. Ou vão a clubes noturnos de homens. Asseguro-vos que encontram o inferno. 
As imagens acima são fotos de padres pedófilos irlandeses mostrados na reportagem exibida pela BBC, em 2009. 
Durante três décadas em Dublin, uma comissão oficial investigou nada menos do que 320 alegações de abuso sexual e maus-tratos de crianças. Foi constatado envolvimento de 46 de 183 sacerdotes entre 1975 a 2004. Verificou-se que diversos cardeais e bispos protegiam os padres criminosos enquanto não tomaram nenhuma medida para proteger ou defender as crianças. Acompanhe a matéria completa no vídeo abaixo (em inglês).  

7 comentários:

  1. não gosto qndo o único argumento contra um comentário homofóbico da igreja é acusar os padres de pedofilia, acho falta de argumento, podemos mais.

    ResponderExcluir
  2. Na verdade é preciso que se faça uma campanha para investigar as igrejas espalhadas pelo país, garanto que muita coisa seria descoberta, alguns tem medo ou não sabem pra quem delatar o que certos padres fazem.

    ResponderExcluir
  3. Acho também que apesar de podermos mais, é a pedofilia que tem sido tema central de confusão sobre a nossa orientação e o abuso de menores. Acaba que tendo mais relação, porque fora isso, seria esmurrar uma parede, onde nao se admite nada que seja diferente do que eles respondem sempre: Deus fez o homem e a mulher.

    ResponderExcluir
  4. Sabe uma coisa que me chama a atenção? Ele usa a palavra “ideologia” pra conceituar a homossexualidade! Ou seja, é como se fosse um “evento puramente mental”, algo em que se acredita e se segue. Logo, passível de que se possa “mudar”. Esse é o problema!

    Com relação à pedofilia, como dizia minha sábia avó, a ocasião faz o ladrão... acredito sim que a grande maioria dos padres pedófilos sejam homossexuais. Desorientados, mas são! Neuróticos... mas com uma neurose diferente, por exemplo, daquela desse bispo.

    Beijos, meu lindo.

    ResponderExcluir
  5. ah esta corja! como vou adorar poder encontrá-los todos no inferno junto comigo ... só q eu vou estar lá super feliz enquanto eles ... hummmm

    ResponderExcluir
  6. Ah, hipocrisia de séculos e séculos! Discordo do Bratz: encontrar esse "povo" no inferno? Deus me livre... ou melhor, o diabo que os carregue pra outro lugar! (rsrsrs).

    Abração.

    ResponderExcluir
  7. Nem vou comentar nada, de tanta raiva!

    ResponderExcluir

Para se cadastrar, preencha o formulário na coluna do lado direito do blog.
Seu comentário é bem vindo, desde que:
1. possua nome e link válidos;
2. não contenha cunho racista, discriminatório ou ofensivo a pessoa, grupo de pessoas ou instituições;
3. não contenha cunho de natureza comercial ou propaganda.
Grato pela compreensão.