Provavelmente você não se mudará de mala e cuia para algum país europeu de boa reputação LGBT por conta dessa notícia, entretanto, é sempre bom acompanhar a evolução dos direitos humanos aos sexualmente diferentes. Concorda?

Na tabela publicada ao lado, você encontrará uma classificação com notas aos países da Europa. Ela é parte do primeiro estudo apresentado pela Associação Européia Internacional Lésbica e Gay (ILGA-Europa) em maio deste ano. O único até hoje realizado. 

A ordenação dos países levou em consideração a legislação e as práticas administrativas de cada um com impacto direto nos direitos humanos das pessoas LGBT. 42 diferentes categorias serviram de parâmetro. 

A pontuação variou entre (30), máximo de pontos que um país poderia alcançar positivamente (representada na cor verde escuro, quase negra), e (-12), o máximo que um país poderia alcançar negativamente - países com graves discriminações e violações dos direitos humanos (representada na cor vermelha escura). 

As cores e as notas variam entre um extremo e o outro.

Como você poderá verificar mais acima e abaixo, nenhum país europeu atingiu a pontuação máxima ou mínima. 

O Reino Unido (21 pontos), ficou no topo.
Rússia e Moldávia (- 5 cada país), definitivamente odeiam ou, pior, desrespeitam os gays, de acordo com a avaliação da ILGA.  


8 comentários:

  1. Meu lindo... que delícia de post! Eu adoro tabelas, gráficos, conseguimos enxergar rapidamente a ideia central. Depois basta prestar atenção nos detalhes. Surpresas negativas: Grécia, Itália e Mônaco. Muito estranho! Surpresa positiva: Portugal. Se bem que, pelos contatos que eu tenho com os blogueiros de lá, sinto um “ar” de calmaria muito grande mesmo.

    Amei... beijos!

    ResponderExcluir
  2. Cesinha, desde maio de 2010, Portugal se tornou um dos países europeus que aceitam o casamento civil entre pessoas do mesmo sexo (casamento mesmo, não somente união estável).
    Beijo, lindo.

    ResponderExcluir
  3. bem interessante, bem realista tb.

    ResponderExcluir
  4. Li e registei, meu querido Junior!

    Prefiro não comentar, por razões pessoais. ;)

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Quem diria... Portugal, com a fama de atrasados, nos passou!

    ResponderExcluir
  6. Portugal realmente uma surpresa positiva... mas Mônaco, quem diria...surpresa negativa e turístico como é..devia ser mais ... aberto à diversividade.
    Abraços Junior

    ResponderExcluir
  7. Nossa, muito legal essa pesquisa. Itália, Mônaco e Grécia tem bem cara de Rio de Janeiro, do tipo que "Aceitamos os turistas gays porque eles vem gastar dinheiro aqui", mas em questão de evolução legislativa para os próprios habitantes, deixam a desejar. O Reino Unido já era de se esperar, né? Até o casamento religioso é permitido pela maior religião deste país... e Portugal, realmente foi uma surpresa.
    Diquei pessoalemnte decepcionado com a França. Apesar de terem fama de conservadores, costumam ter leis bastante coerentes. Pra mim estaria ali colado com UK...

    ResponderExcluir
  8. Bom saber desses dados. Servirão de consulta numa possível viagem, né?? Beijos!

    ResponderExcluir

Para se cadastrar, preencha o formulário na coluna do lado direito do blog.
Seu comentário é bem vindo, desde que:
1. possua nome e link válidos;
2. não contenha cunho racista, discriminatório ou ofensivo a pessoa, grupo de pessoas ou instituições;
3. não contenha cunho de natureza comercial ou propaganda.
Grato pela compreensão.