Todos temos, de algum modo, o potencial da criatividade. Desenvolver algo em cima de um contexto social, político ou religioso pode mudar uma realidade tediosa, rotineira ou efêmera e transformá-la em diversão, aprendizado ou em evolução, quando a criatividade proporciona ângulos diferentes até então despercebidos pela maioria.
As artes em geral têm essa magia. 
A quarta edição da mostra "Diversidade em Animação - DIV.A" parece trazer ao público geral uma visão mais abrangente do universo LGTB. 
Segundo o diretor e curador do DIV.A, Alexander Mello, em entrevista ao site "Cinema Com Rapadura", o festival tem filmes com temática LGBT, mas é aberto ao público em geral. As obras são muito diferentes entre si e a temática é apenas um detalhe. Muitos dos filmes selecionados apresentam conflitos e questões universais, que são do interesse de todo mundo. Temos observado, inclusive, que muitos casais heterossexuais se interessam pelas produções.
A mostra recomeça dia 08 de maio, amanhã (a primeira parte foi entre os dias 04 a 06 de maio), e segue até o dia 13, no Cine Cultural Justiça Federal, no Centro do Rio de Janeiro. A programação completa pode ser vista no site oficial do evento (link acima). Ingresso: R$ 12,00 (inteira) e R$ 6,00 (meia).
E não para por aí. A mostra é literalmente animada.
Vai rolar na boite The Week - Rio, na próxima quinta-feira, 10 de maio, "DIV.A  A Festa". "Imagina que em vez dos tradicionais DJs, a atração principal da noite é o DJVA Nicky conectado aos hits internacionais das pistas mais ultra-sônicas, flamejantes e brilhantes do mundo. Projeção do DJVA com remixes de filmes e vídeo-clipes de animações, em um telão que é instalado no palco e comando por vjs".
_______________________________
Gostaria de citar o autor dessa, por que não chamar assim, sátira de uma página só que encabeça a postagem, mas não consegui identificá-lo. Achei por acaso no Google. Não é um bom exemplo de criatividade?

Um comentário:

Para se cadastrar, preencha o formulário na coluna do lado direito do blog.
Seu comentário é bem vindo, desde que:
1. possua nome e link válidos;
2. não contenha cunho racista, discriminatório ou ofensivo a pessoa, grupo de pessoas ou instituições;
3. não contenha cunho de natureza comercial ou propaganda.
Grato pela compreensão.