Acima, Marilyn Monroe canta "Happy Birthday" no Madison Square Garden, em 1962, meses antes de morrer. Seria dedicada ao então presidente John Kennedy, morto pouco mais de um ano após. A foto, de um ângulo inusitado para os padrões da época, é de Bill Ray (Life.com). À direita, Lana Del Rey em "National Anthem".

Lana Del Rey lançou o clipe da música "National Anthem" e nele há alusões a Marilyn Monroe, à tragédia do casal Jacqueline e John Kennedy e a Obama (um toque moderno no trabalho retrô). Parece um petardo. A música tem aquela pegada profunda, batida certeira, emocionalmente explosiva.
Falem o que quiser (ou quiserem?) a respeito de Lana,  produto fabricado, a garota nos envolve com o talento e a simetria com que surge nos vídeos. Parece ser lambida pela câmera.
Neste, em especial, ela até interpreta. Bom, confira.
[A semana é de música, bebê]

4 comentários:

  1. Que ótimo, bebê, que a semana é de música... adoooro! (kkkkkk). Delícia de clip! E todo cheio de referências... isso bomba aqui! Eu acho Lana uma puta cantora, e olha que eu não sou muito chegado no timbre feminino para música... Amei!

    Beijos, meu lindo.

    ResponderExcluir
  2. gente, não vou com a kra dessa mulher. não sei pq.

    ResponderExcluir
  3. Não conheço bem a Lana.
    Sempre escuto Born to Die, a melhor até agora.

    beijos, Ju.

    ResponderExcluir

Para se cadastrar, preencha o formulário na coluna do lado direito do blog.
Seu comentário é bem vindo, desde que:
1. possua nome e link válidos;
2. não contenha cunho racista, discriminatório ou ofensivo a pessoa, grupo de pessoas ou instituições;
3. não contenha cunho de natureza comercial ou propaganda.
Grato pela compreensão.