Abrimos a nossa coluna voltada ao universo gay falando do 'Louco', Arcano de número 0 ou 22 .
A figura acima mostra um jovem gay na rua, com mochila nas costas, em busca de carona. Notem que, com a aproximação do caminhão, ele faz aquele famoso sinal. A carona é uma das palavras-chaves deste Arcano: a Aventura.
A carona hoje em dia, além de aventura, é um risco. Porém, ainda é uma prática adotada por pessoas de todos os gêneros e espécies, visto que elas podem recorrê-la por falta de recursos para se locomoverem ou para se socorrerem de algo inesperado (um acidente na estrada, por exemplo).
Mas estamos falando do 'Louco'. Ele não pensa em riscos, mas somente no rumo, às vezes desconhecido, que deseja seguir. Ao contrário do jargão popular, esse aventureiro não paga pra ver (mas quer ver de qualquer jeito). Por esse motivo, pra uns, ele é literalmente louco, afinal, como se jogar ao desconhecido? 
A carta tem o lado bom e o negativo. 
Às vezes, precisamos ousar; fazer algo diferente do habitual; sair da rotina.
Quando este Arcano surge numa consulta, dependendo do jogo e das cartas que o acompanham, o consulente pode estar vivendo um momento de busca de novidades. A ele, pode ser indicado viagens a lugares desconhecidos, como também um alerta para a partida inesperada de alguém próximo; de seu convívio. A carta também incentiva a ousar; a por a nossa criatividade pra funcionar. 
Por outro lado, se ela se destaca do todo, pode indicar um momento displicente; de que o indivíduo exagera na ousadia e faz coisas sem pensar nas consequências. E tal comportamento pode não resultar em boa coisa.
Quem aqui já não fez algo inusitado? 
Beijos a todos! Até a próxima.
[Feliz Dia do Homem]
____________________________
Leia mais  na coluna> "Tarot e o Universo LGBT".
Flavio Augusto
Sobre o autor:
Também conhecido como Augusto Crowley, tem 34 anos, é tarólogo e blogueiro (senhordavidatarot.blogspot.com.br). Mora em Florianópolis (fun page: facebook.com/flavio.cardoso).

7 comentários:

  1. Taí um carta que não tem nada comigo, nem nunca teve... eu detesto aventura, não gosto de surpresas nem de se jogar sem um prévio trajeto. Pode ser coisas do meu signo, vai se saber...

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Gostei do Post. Parabéns!
    Essa carta tem tudo a ver comigo. Porém, com a maturidade, fui aprendendo que existem épocas mais propícias para essas ousadias do que outras. Como a relação entre inverno e verão para a cigarrinha...hehehe.

    ResponderExcluir
  3. Grato pelos comentários, e olha:? admiro as pessoas que tem um lado O louco, mas também não consigo ser assim, também sou mais do planejar tudo antes, e isso as vezes me irrita, porque a vida nos surpreende sempre.
    Acho que mais novo já fui mais ousado, adolescente é maioria um Louco, quando a idade chega acho que ele incorpora outras identidades.
    Boa semana a todos!Na próxima falarei do O mago, o falante!

    ResponderExcluir
  4. Mergulhar de cabeça não é coisa de louco? rs
    Gostei da carta... e será que podemos ter "algumas" características somente? Me identifiquei com algumas, outras não.
    Abraços

    ResponderExcluir
  5. Acho que todo mundo, em algum momento da vida, já foi "governado" por essa carta. To certo? O problema que eu vejo é viver sempre dessa forma... deve ser bem caótico.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  6. Ola margot, então, O louco pode se manifestar em uma fase da vida, em um aspecto da nossa identidade, por exemplo: podemos ser meio Louco na vida afetiva, mas super Imperador na vida profissional, que é uma figura mais rígida se comparada ao Louco.
    O louco quando manifesto no lado luz é ótimo, pois mostra que a pessoa tem uma criatividade em alta dosagem, que ela é desencanada, enfim, que se não tem medo do novo.O problema é o lado sombra: a pessoa não amadurece em nada, vive como se fosse sempre criança.
    concordo com você Lucas, o problema é viver sempre dessa forma, ou em todos os setores da vida.Beijão galera!

    ResponderExcluir

Para se cadastrar, preencha o formulário na coluna do lado direito do blog.
Seu comentário é bem vindo, desde que:
1. possua nome e link válidos;
2. não contenha cunho racista, discriminatório ou ofensivo a pessoa, grupo de pessoas ou instituições;
3. não contenha cunho de natureza comercial ou propaganda.
Grato pela compreensão.