Atletas Gays da XXX Olimpíada-Londres 2012?


O número de atletas gays e lésbicas nos jogos olímpicos de Londres 2012 está à frente do total de Atenas, em 2004, e de Pequim, em 2008. São 20 os abertamente gays e lésbicas e mais dois treinadores (até agora). Há também dois atletas paraolímpicos. Comparados aos 11 em Atenas e aos 10 em Pequim, o quadro mostra algum progresso, mas ainda é um número baixo se considerarmos o total de atletas de todo o mundo que competirão em Londres este ano: 12.602 (menos de um por cento).
Josh Dixon, que seria o primeiro atleta gay assumido do time norte-americano de ginástica olímpica, não foi classificado apesar das tantas divulgações na mídia do mundo inteiro. Uma pena.

Confira a lista dos 20 atletas olímpicos abertamente gays e lésbicas (relacione as imagens aos nomes e números mais abaixo):

1 - Matthew Mitcham (na foto mais acima - Austrália, saltos ornamentais); 
2 - Edward Gal (Holanda, hipismo);
3 - Lisa Raymond (EUA, dupla de tênis); 
4 - Judith Arndt (Alemanha, ciclismo); 
5 - Seimone Augustus (EUA, basquete); 
6 - Imke Duplitzer (Alemanha, esgrima); 
7 - Megan Rapinoe (EUA, futebol); 
8 - Marilyn Agliotti (Holanda, hóquei); 
9 - Carl Hester (Grã-Bretanha, hipismo); 
10 - Carlien Dirkse van den Heuvel (Holanda, hóquei);
11 - Mayssa Pessoa (na foto mais acima - Brasil, handebol); 
12 - Rikke Skov (Dinamarca, handebol); 
13 - Maartje Paumen (Holanda, hóquei); 
14 - Natalie Cook (Austrália, vôlei de praia); 
15 - Alexandra Lacrabère (França, handebol); 
16 - Landström Jessica (Suécia, futebol); 
17 - Hedvig Lindahl (Suécia, futebol); 
18 - Lisa Dahlkvist (Suécia, futebol), 
19 - Carole Peon (França, triatlo)
20 - Jessica Harrison (França, triathlon). 
[Peon e Harrison são um casal]
Pia Sundhage (21), treinadora do time norte-americano de futebol, é abertamente gay, como o é Hope Powell (22), a treinadora do futebol da Grã-Bretanha. Os paraolímpicos gays são: Lee Pearson (23), atleta equestre do time masculino britânico, e Claire Harvey (24), membro da equipe de vôlei feminino da Grã-Bretanha.

Aroldo Nery

Phasellus facilisis convallis metus, ut imperdiet augue auctor nec. Duis at velit id augue lobortis porta. Sed varius, enim accumsan aliquam tincidunt, tortor urna vulputate quam, eget finibus urna est in augue.

6 comentários:

  1. muitas mulheres não é?
    deve ser por causa do preconceito ainda que diz q o gay não pode ser um bom atleta pq é fragil, enquanto a lésbica se torna mais forte por ser meio masculina não?

    ResponderExcluir
  2. e as mulheres assumem mais que os homens. será que é porque elas também tem acordos publicitários bem menores que os deles?

    ResponderExcluir
  3. Mas... será que os acordos publicitários são mais importantes que seu próprio bem-estar?... Difícil escolha.
    Abraços

    ResponderExcluir
  4. Cadê as bibas de plantão, fiquei chocado com o escasso número de gays masculinos, mas é bom saber que o número de homossexuais atletas, aumentou, embora bem abaixo, já é um avanço a ser celebrado.

    ResponderExcluir
  5. aposto q o numero de atletas no armário é pelo menos 10 vezes maior....

    ResponderExcluir

Para se cadastrar, use o box do Google (coluna do lado direito do blog): "Participar deste Site".
Seu comentário é e será sempre bem vindo, desde que:
1. possua nome e link válidos;
2. não contenha cunho racista, discriminatório ou ofensivo a uma pessoa, grupo de pessoas e/ou instituições;
3. não contenha cunho de natureza comercial ou de propaganda.
Grato pela compreensão. Pode comentar.