[Ana Cláudia Garcêz]
Consegue identificar as diversas referências a videoclipes famosos no viral brasileiro “Miss Me”?

O que era pra ser um trabalho de conclusão de curso transformou-se em um viral essa semana.  Nos sites de notícias, redes sociais, meios especializados em música e cultura pop, o destaque ficou para o clipe do projeto 'Grandphone Vancouver', do artista baiano Fernando Ventura.
Já considerado um dos melhores videoclipes do ano, foi produzido pelo próprio Fernando para a Faculdade de Arte e Mídia da Universidade Federal de Campina Grande. Além disso, ele foi responsável pela direção musical, videográfica e artística, construção de site e figurino da banda.
Gravado em plano-sequência, ou seja, sem cortes, foram necessárias 25 tomadas e 4 meses de finalização até o resultado tão esperado: uma caminhada pela Rua Maciel Pinheiro, umas das principais de Campina Grande, repleta de referências a clipes que marcaram a música pop e indie.
Apesar de pequenos problemas na fotografia - que em nada comprometem a qualidade -, em pouco mais de quatro minutos, o clipe cumpre muito bem o seu papel de entreter quem o assiste com uma sonoridade que remete a bandas como KeaneThe Fray e Coldplay.
O videoclipe não pode ser compartilhado. Para assisti-lo, clique na imagem acima.
________________________
Ana Cláudia Garcêz, colunista do Identidade G.






5 comentários:

  1. Sensacional! um dos melhores trabalhos de mídia q já vi ... parabéns ao Fernando Ventura ...

    ResponderExcluir
  2. realmente, incrível, é o nordeste mostrando os nossos talentos.

    e gostei da Ana Cláudia Garcêz.

    ResponderExcluir
  3. Esse clip é ótimo! Como você disse, cheio de referências musicais... excelente escolha.

    ResponderExcluir
  4. Gostei também Junior... excelente!
    abraços

    ResponderExcluir

Para se cadastrar, preencha o formulário na coluna do lado direito do blog.
Seu comentário é bem vindo, desde que:
1. possua nome e link válidos;
2. não contenha cunho racista, discriminatório ou ofensivo a pessoa, grupo de pessoas ou instituições;
3. não contenha cunho de natureza comercial ou propaganda.
Grato pela compreensão.