Por Vernon Merrit III para a revista Life- Verão de 1969, Nova York.
Durante o verão de 1969,  a revista 'Life' pediu para dois fotógrafos documentarem a moda de rua da época para um editorial. 
Vernon Merritt III*¹ e Arthur Shatz*² então passearam entre avenidas, becos, ruas, escolas e parques da cidade de Nova York. Na época, Merritt disse: "Os nova-iorquinos têm tanta graça, 'savoir faire', chame do que quiser... E é geral, por todo o caminho desde Harlem até a Battery." 
Seu foco era principalmente os mais jovens: "Nova York é uma festa a fantasia para os jovens nesse verão, uma festa ao ar livre com outdoors espalhados nas ruas e nos parques."
Ao cruzar por um beco cheio de lixo, Vernon disse: "Em um ponto, no meio do caminho através da história, comecei a pensar que Nova York poderia realmente ser um lugar legal para se viver, que as características redentoras superam todos os inconvenientes. Então, percebi que estava reagindo mais às pessoas que eu fotografava do que a própria cidade. Oh, é bem mais limpo agora. E muito bacana."

Confira as fotos. Você pode clicar no link que aparece no canto inferior esquerdo do 'slideshow' para vê-las diretamente do álbum em tamanhos originais.

___________________________________________________________
*¹ Vernon Merritt III nasceu em Montgomery, Alabama e morreu em 17 de agosto de 2000 num acidente em sua casa em Old Lyme, CT, aos 59 anos. Merritt, que cobriu o movimento dos direitos civis e os primeiros dias da guerra do Vietnã, representou uma importante contribuição à fotografia americana. Estudou jornalismo na Universidade do Alabama e graduou-se na 'Art Center School', em Los Angeles. Ele foi um dos primeiros a documentar as unidades de votos de eleitores e o protesto de segregação de Birmingham. Suas fotos apareceram na revista Newsweek, The Saturday Evening Post e Life. [The New York Times, 25 de agosto de 2000].

*²Arthur Schatz morreu em 11 de outubro de 2005. Eu fui ao funeral de uma semana mais tarde em seu apartamento em Kips Bay Plaza. Fiquei sabendo pelos oradores que ele havia sido um dos fotógrafos mais valorizados e respeitados da revista Time. Ele era uma lenda nas revistas Time e Life por sua disponibilidade para assumir qualquer tarefa, não importava o quão perigoso ou onerosa. Ao mesmo tempo, ele era famoso por sua independência, outra maneira de dizer que ele era mal-humorado, sincero e, geralmente, desrespeitoso com autoridades. Mas quando tinha uma missão, ele sempre veio com grandes resultados. Ele trabalhou mais de 30 anos e foi responsável por uma série de coberturas para a Life. Uma delas, de 26 de julho de 1968, ainda está disponível para venda até hoje como uma obra de arte do fotógrafo. [An obituary for Arthur Schatz - by Albert C. Lasher - Vanguard]

Esporte Masculino 300x250

2 comentários:

Para se cadastrar, preencha o formulário na coluna do lado direito do blog.
Seu comentário é bem vindo, desde que:
1. possua nome e link válidos;
2. não contenha cunho racista, discriminatório ou ofensivo a pessoa, grupo de pessoas ou instituições;
3. não contenha cunho de natureza comercial ou propaganda.
Grato pela compreensão.