Na última terça-feira, durante um show em Moscou, Madonna anunciou que reza pela liberdade das jovens feministas integrantes do grupo 'Pussy Riot'.
O apoio de Madonna ao grupo russo se soma ao de outras celebridades, como as bandas Red Hot Chilli Pepers, Franz Ferdinand, Faith No More e os músicos Sting e Peaches, entre outros. Em sua conta no Twitter, Yoko Ono pediu que o presidente Vladimir Putin as liberte. As jovens - Nadezhda Tolokonnikova, 22 anos, Yekaterina Samutsevich, 29, e Maria Alyokhina, 24 - são acusadas de "vandalismo" e de incitação ao ódio religioso. Em fevereiro, elas cantaram, diante da catedral de Cristo Salvador, na capital russa, uma "oração punk" contra Putin. Estão presas desde então.
A manifestação gerou onda de protestos sem precedentes contra o governo.
Os promotores de Moscou pediram uma condenação a três anos de prisão: "O crime é grave e a promotoria considera que sua correção só é possível em condições de isolamento da sociedade. A punição deve ser uma verdadeira privação de sua liberdade". A sentença será lida no dia 17 de agosto.
Em represália, o vice-primeiro-ministro para a Defesa, Dmitri Rogozin, escreveu nesta quinta-feira, 09/08, no Twitter: “Conforme fica velha, toda p*** quer dar lição de moral nos outros, especialmente durante viagens ao exterior.” 
E não parou por aí: “Ou tire sua cruz ou ponha sua calcinha.”, provocou ainda mais a autoridade russa na rede social.
Embora não tenha escrito a palavra completa, a imprensa russa disse não duvidar de que Rogozin quis dizer “puta”. 
Madonna se apresentará hoje em São Petersburgo e já prometeu causar novamente. Dessa vez, ela expressará apoio à comunidade gay e repulsa à lei local recém-aprovada que penaliza, com multa, qualquer propaganda que faça apologia à homossexualidade ou aos gays.
Vamos combinar que, além de vulgar, o sujeito é ignorante: Madonna sempre, desde o início de sua carreira, polemiza com temas sociais e/ou religiosos.
Esporte Masculino 468x60
Fonte: Veja e G1.

4 comentários:

  1. Isto me faz lembrar o Brasil, sua onda moralista religiosa e, a incompetência e a covardia de nosso governo ...

    Vivas à Madonna ...

    bjão

    ResponderExcluir
  2. Ué, não é de se surpreender, afinal a Rússia é um “pais” que, pulando do seu estágio medieval para o contemporâneo, sempre conservou um pezinho lá atrás... principalmente em suas “elites dominantes”.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Sou ignorante demais pra entender tamanha estupidez numa sociedade pretensamente civilizada.
    Mas, enfim, cada povo (a maioria, pelo menos) tem o governo que, queira ou não, reflete a si mesmo.

    ResponderExcluir
  4. Estou com o Bratz! Não curto muito as músicas dela não, mas respeito muito a coerência da Madonna!

    ResponderExcluir

Para se cadastrar, preencha o formulário na coluna do lado direito do blog.
Seu comentário é bem vindo, desde que:
1. possua nome e link válidos;
2. não contenha cunho racista, discriminatório ou ofensivo a pessoa, grupo de pessoas ou instituições;
3. não contenha cunho de natureza comercial ou propaganda.
Grato pela compreensão.