Imagem: Portal Cantu (via Google)
No último dia 31, o ex-jogador de futebol Raí entrou com uma ação na Justiça contra a jornalista Fabíola Reipert e o portal R7 (Record), onde Fabíola tem um blog, por causa da publicação das notícias que insinuaram um envolvimento amoroso entre o atleta e o apresentador do Fantástico, Zeca Camargo. Os pedidos da ação foram pela retratação pública, indenização no valor de dez mil reais* e a retirada das notícias no site. Este último, invocado sob caráter emergencial, ou seja, sob "tutela antecipada" para a produção dos efeitos legais imediatos.

A liminar foi julgada na última quarta-feira e concedeu o pedido tutelar ordenando a retirada das notícias no prazo máximo de 48 horas. Os demais pedidos seguirão o curso normal e, durante o procedimento, os réus poderão apresentar as respectivas defesas. A sentença final julgará todos os requerimentos, incluindo a mantença ou não da tutela antecipada que ordenou a exclusão das matérias no portal R7.

Há um bom tempo, Fabíola vinha publicando postagens sobre o tal romance em seu blog chegando a cogitar que Raí havia rompido o antigo relacionamento conjugal por causa do apresentador. A última notícia da blogueira, publicada em 16 de julho, pode ter sido a gota d'água para o ex-jogador. Ela afirmou que os programas da Globo estavam proibidos pela emissora de associar os nomes Zeca Camargo e Raí: O que será que eles têm para esconder, hein? E o que têm em comum?, questionou no final.

O sócio de Raí, Paulo Velasco, para quem as notícias não passam de um boato, de algo sem nenhum fundamento, divulgou nota oficial sobre o caso: Informamos que foi proposta ação judicial referente ao falso boato publicado na internet em relação ao Raí. Esperamos com isso, além da retratação e indenização por parte dos responsáveis, colaborar para a construção de um jornalismo sério e verdadeiro, afirmou Velasco, que também responde pela assessoria de imprensa de Raí.

Ao longo do tempo, as publicações repercutiram no Twitter, Facebook e em vários sites, principalmente os LGBT. Foi tanto falatório que até o buscador Google já 'sugere', juntos, os nomes do casal  de ambos ao se por apenas um deles.
__________________________________
*Dez mil reais foi o valor informado em dois sites pesquisados, entre eles o UOL. Muito pouco, né não?

8 comentários:

  1. Quando envolve jogador então, o bicho pega! Jornalista foi corajosa,bjs!

    ResponderExcluir
  2. hauahuahaua
    testei o google
    hauhauahaua

    ResponderExcluir
  3. Ju, corrija o início do terceiro parágrafo. O nome dela é Fabíola.

    Ah, sempre vejo o pessoal do twitter xingando essa mulher. Sempre no meio dos basfonds.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. OMG! Pq não assumem né? Já estão bem crescidinhos para tanta babaquice ... enfim ... q façam o que quiserem né?

    ResponderExcluir
  5. Lobinho, já corrigi. Eu sempre troco os nomes, né? (kkk).
    Obrigado. Bjaum proc.

    ResponderExcluir
  6. Consegui entender pelo seu texto. Todos falando e eu boiando.. Parabéns!

    ResponderExcluir
  7. O RAI processar alguém por isso, realmente me surpreende. Esperava mais dele.
    Se é verdade, devia corresponder à imagem que sempre teve, de pessoa assumida com tudo o que faz, e dizer: sou, e daí?
    Se é mentira, por que botar azeitona na empadinha dessa moça?

    E essa moça, pobre, precisa desse tipo de baixaria?

    ResponderExcluir

Para se cadastrar, preencha o formulário na coluna do lado direito do blog.
Seu comentário é bem vindo, desde que:
1. possua nome e link válidos;
2. não contenha cunho racista, discriminatório ou ofensivo a pessoa, grupo de pessoas ou instituições;
3. não contenha cunho de natureza comercial ou propaganda.
Grato pela compreensão.