Há poucos dias, quando da publicação da matéria sobre a polêmica entre jogadores de futebol americano (aqui), vimos o quanto o esporte ainda é um fardo para os atletas profissionais gays.
No entanto, no final do ano passado, o Identidade G publicou outra postagem, um tanto otimista, sobre a decisão do ex-jogador canadense David Testo, 31 anos, em revelar a homossexualidade e tirar de si o maior peso e empecilho para conciliar paz à vida pessoal e profissional, segundo ele alegou na ocasião.

Leia mais sobre: David Testo é Mais Um Atleta Profissional a Sair do Armário

Testo já havia passado pelo "Major League Soccer" ("MLS"), a liga dos jogadores 'top' norte-americanos e canadenses, e estava meia do "Montreal Impact" ("MI") quando, em novembro de 2011, se tornou o primeiro atleta profissional masculino ativo na América do Norte a sair do armário.
O jogador narrou sua dor e alívio numa comovente entrevista á "CBC - Radio Canada" (leia trechos no link acima), mas parecia disposto a enfrentar os desafios que viriam dali pra frente. Logo após houve aquela tempestade de controvérsias midiáticas, como é comum quando se cogita que um atleta de primeira linha sairá do armário, e ele se afastou alguns dias para por a vida em ordem.
Voltou, encarou tudo, mas, sem maiores explicações, as escalações para os jogos no MI foram diminuindo já no mês de dezembro de 2011. Naquele mês, o "Los Angeles Times" ("LATimes") publicou uma matéria na qual Testo afirmou que não se arrependia de nada, pois achara o feedback recebido extremamente positivo.
Sobre isso, Billy Bean, norte-americano, 48, ex-jogador de beisebol profissional da Major League, que saiu do armário em 1999, declarou na própria matéria do LATimes: "ninguém vai chegar e dizer que é por causa disso que ele está fora dos jogos. Eles criam um milhão de outras razões."
Era sim o aviso de que a carreira de Testo já estava na balança. Seu contrato com o MI, que venceria na época da revelação, sequer foi renovado.
David Testo se tornou professor de Yoga e não espera mais o apoio de uma grande estrela do futebol mundial que por acaso decida sair do armário: "Acho que as organizações não estão prontas para assumir esse tipo de desafio. A minha carreira foi encerrada."
Em entrevista à SBNation, no final de setembro, ele desabafou:
"...Pior é saber que esses caras existem, que estão lá fora jogando. É frustrante saber que não sairão do armário. Por isso, eu não posso mais contar com nenhum jogador realmente grande para me apoiar. Agora, torço para fazerem apenas para abrir portas e acabar com os choques. Não era o meu destino sair e continuar ativo. Isso vai acontecer com outra pessoa. Uma parte de mim queria, mas eu confio na vida. Se fosse aquele o meu destino, teria acontecido."
Atualmente, há apenas um jogador profissional de futebol gay assumido entre os cerca de 500 mil  competindo: o sueco Anton Hysén.

5 comentários:

  1. que triste! muito triste mesmo! agora... q homem gostoso! pelamordiDeus!

    ResponderExcluir
  2. infelizmente é o preço que se paga pela coragem. admiro o cara.

    ResponderExcluir
  3. Tenho certeza de que, apesar da cerreira encerrada, ele está muito mais feliz e tranquilo. Viver livre de "pechas" e saber que pode ser ele mesmo..deve estar valendo a pena.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. A vida é assim mesmo, corremos riscos ao assumir uma identidade, mas o principal de tudo deve ser a paz interior.Tem perdas que são pequenas perto da alegria de poder ter sido, vivido dentro daquilo que fazia parte da verdadeira essência.#NãoTemPreço! Beijos galera!

    ResponderExcluir
  5. que pena que isto tenha acontecido. infelizmente por causa disto muita gente tem receio de sair do armário ou não podem porque são obrigadas a não saírem para suas carreiras não serem exterminadas!

    ResponderExcluir

Para se cadastrar, preencha o formulário na coluna do lado direito do blog.
Seu comentário é bem vindo, desde que:
1. possua nome e link válidos;
2. não contenha cunho racista, discriminatório ou ofensivo a pessoa, grupo de pessoas ou instituições;
3. não contenha cunho de natureza comercial ou propaganda.
Grato pela compreensão.