Há 17 anos a marca de cerveja Guinness fez um comercial no qual mostrava um homem bagunçando a casa inteira enquanto se preparava para trabalhar. Ao mesmo tempo, uma pessoa que é mostrada somente no final vai limpando tudo. Antes de aparecer, surge a seguinte mensagem: "Homens e mulheres não devem morar juntos. Eles são animais totalmente diferentes." O final você deve imaginar e acompanhar mais abaixo.

Diferentes mesmo são os perfis dos consumidores de hoje em dia e os de há quase duas décadas.

Em 1995, antes de o anúncio ir ao ar, um tabloide britânico tomou conhecimento e publicou uma matéria sobre a intenção da Guinness. A reação dos frequentadores de bares e 'pubs' foi negativa. A ponto de a fabricante da cerveja não somente negar o fato como desistir de anunciar.

Ao longo dos anos, alguns usuários disponibilizaram o vídeo do comercial no YouTube. A publicação mais antiga que encontrei é de 2006 - pouco mais de 30 mil acessos.  Entretanto, uma campanha deste ano voltada às eleições dos 4 estados americanos que ainda não haviam votado contra ou a favor do casamento gay, usou o vídeo para conscientizar os eleitores de que gays devem ter o direito civil de se casarem.

O vídeo utilizado na campanha durante as eleições foi o enviado em 2010 pelo canal  'OgilvyMuseum' [melhor cópia] o qual conta, até agora, com 165.414 acessos e ainda está correndo as redes sociais. 

Atualmente o comercial faz parte da lista de anúncios que mais contribuíram para a aceitação dos gays e lésbicas pela população geral, segundo o Business Insider.


5 comentários:

  1. Lindo!!! A música, o casal e a situação. Situações do cotidiano.
    Beijos Junior

    ResponderExcluir
  2. Que demais! Eu não conhecia. Super bem feito. O que não dá pra entender (aos costumes) é porque algo assim ainda cause reações negativas. Nem Deus explica...

    ResponderExcluir
  3. Primoroso isto ... adorável ... amei ...

    bjão

    ps: compartilhando

    ResponderExcluir
  4. Haverá uma palestra dia 29/11 no Instituto IOB sobre a conversão da união estável homoafetiva. Assista e domine esse assunto: http://migre.me/c4Z5f

    ResponderExcluir

Para se cadastrar, preencha o formulário na coluna do lado direito do blog.
Seu comentário é bem vindo, desde que:
1. possua nome e link válidos;
2. não contenha cunho racista, discriminatório ou ofensivo a pessoa, grupo de pessoas ou instituições;
3. não contenha cunho de natureza comercial ou propaganda.
Grato pela compreensão.