Quando a gente pensa que nada pode piorar, mas apenas melhorar na civilidade, somos pegos de surpresas com algumas decadências. 
A Turquia nunca foi exemplo de combate ao preconceito contra os gays, mas, por outro lado, a homossexualidade não era proibida, ou seja,  não havia leis que punissem os homossexuais, assim como não há nos demais países europeus - A Europa é o único continente com esse privilégio. Sobre isso, leia "Homossexualidade nos Países da Europa".

Ou era. O ministro da Defesa, Ismet Yilmaz, apresentou ontem as novas regras disciplinares das forças armadas dentre as quais a que considera homossexualidade um 'contato anormal' passível de expulsão, entre outras penalidades. Agora, sinta o drama: o 'delito' entra na lista dos piores descumprimentos, equiparado ao assassinato, recebimento de subornos e divulgação de segredos de Estado.

Esta é a primeira vez que o exército turco inclui a homossexualidade em seu código de conduta. E, como não poderia ser de outra forma, a Corte Europeia de Direitos Humanos já se manifestou contrária à posição do governo turco e espera-se que governos de outros países individualmente o façam.

Sem querer desdenhar a decisão do exército turco, mas foi inevitável lembrar de uma tradição daquele país que vem sendo resgatada pelas academias. Trata-se de Karakukac, luta corporal entre homens musculosos totalmente untados com azeite. Eles tentam derrubar os adversários com as costas pro chão enquanto mãos, braços, rostos ('karakukak', né?) escorregam por todas as partes do corpo. Tem coisa mais gay?
Confira as fotos. Os vídeos mostram o campeonato.
Fonte: Globo.com
Imagens: Stoyan Nenov/ Nicolay Doychinov/UOL

10 comentários:

  1. Junior: esse vídeo é como aquelas preliminares intermináveis! (rsrsrs) Aquelas que, quando chega a hora do “vamos ver”, já estamos cansados. Veja esse link... e ainda tem fundo musical!

    http://www.youtube.com/watch?v=D2keIfaPHgw&feature=fvwrel

    ResponderExcluir
  2. Oi Lucas, bem melhor esse vídeo. Até troquei o da postagem por ele. Vc é mesmo um 'expert' em vídeos, hein? Valeu, obrigado. ; )

    ResponderExcluir
  3. não vejo muita diferença entre turcos e brasileiros, talvez porque aqui se façam paradas gays? acontece que no dia a dia a coisa é completamente igual! uma lástima!

    ResponderExcluir
  4. Mas a Turquia fica na Europa, Serginho. O único continente do mundo que não pune (ou não punia) a homossexualidade. Sem falar que a descoberta do continente se deu há trocentos mil anos antes de Cristo. Calcule os milhares de séculos entre a descoberta da América do Sul ou do Brasil.

    ResponderExcluir
  5. Ops, milhares de séculos, não. Milhares de anos. rs

    ResponderExcluir
  6. Tá vendo! Tudo é uma questão cultural... enfiar a mãozona na bunda do outro assim pode, né! (rsrsrs)

    ResponderExcluir
  7. vamos olhar para nosso umbigo: no Exército brasileiro tb é passível de punição.

    ResponderExcluir
  8. Junior, parte (e grande parte da Turquia) fica na Ásia onde faz fronteira com Iraque, Irã e Síria. E quem disse que na Europa não existe punição? Você tá enganado querido! Existe sim e muiro preconceito, muita homofobia! Acontece que pensamos na Europa e nos vem a cabeça o Reino Unido, que por sinal os britânicos nem se consideram europeus. Mas vamos tentar ser abertamente gays nos países como Sérvia, Croácia, Rússia...

    ResponderExcluir
  9. Serginho, não acho que eu esteja enganado. Ainda que só a menor parte da Turquia está localizada na Europa (Istambul, por exemplo) não torna errada a informação. O que pretendi dizer foi que, geograficamente ela está situada num continente onde não há punição para a homossexualidade. Obviamente estava me referindo a penalidades da lei, ou seja não há lei em nenhum país europeu que pune os gays por serem gays. Ou, mais claro ainda, ser homossexual não é crime em nenhum país da Europa. Agora, preconceito é outro departamento. Até na Holanda, considerado legalmente o país mais gay friendly do mundo certamente você encontrará pessoas preconceituosas com os gays.

    ResponderExcluir
  10. aqui no brasil-sil-sil também não é crime ser gay... ainda.

    ResponderExcluir

Para se cadastrar, preencha o formulário na coluna do lado direito do blog.
Seu comentário é bem vindo, desde que:
1. possua nome e link válidos;
2. não contenha cunho racista, discriminatório ou ofensivo a pessoa, grupo de pessoas ou instituições;
3. não contenha cunho de natureza comercial ou propaganda.
Grato pela compreensão.