Com setenta e dois anos de idade, o  chines Liu Xianping é avô e modelo de Lu Ting (foto abaixo), uma designer de moda de 26 anos.

Ela e um grupo de amigos ensaiavam uma sessão de fotografia para vender roupas online. O avô, que visitava a neta, achou as peças bonitas, pediu para experimentá-las. Todos acharam engraçado aquele ex-fazendeiro se interessar por moda, mas entraram na brincadeira.


Xianping começou tirando as roupas das caixas e a neta se empolgou com ideias para melhor combiná-las. Os amigos fotografaram o avô-modelo e assim surgiu o editorial que se tornou viral após disponibilizado online.

O número de pedidos aumentou em, nada menos, cinco vezes.

Vovô Xianping, conhecido como 'MaDaGaGa' (algo como 'velho engraçado' em chines), se tornou celebridade da noite para o dia. Ele acredita que não existe nada demais em usar roupas de mulher.
"Modelar para a loja está ajudando a minha neta e eu não tenho nada a perder. Sou muito velho e tudo o que me importa é ser feliz", disse o senhor espirituoso.
Várias pessoas criticaram a neta, dizendo que ela está usando o avô. Liu Xianping tem percorrido o país, conhecendo lugares nunca antes visitado para conceder entrevistas em programas jornalísticos e de variedades. Ele já recebeu propostas de outras empresas para servir de modelo, mas recusou. 

Liu continua diariamente aconselhando a neta sobre cores e contrastes. Ela gosta de tom sobre tom e ele de cores mais fortes e padronagens contrastantes. A dupla vai continuar enquanto vovô Liu se sentir feliz com a nova empreitada e a sua saúde permitir.

Confira mais fotos abaixo.







_____________________________________________
Silvio Frazão
Sobre o autor:
Jornalista, 40, carioca de nascimento e californiano por opção. Aquariano que sonha com o com o Hugh Jackman, mas também com a felicidade de todos, independentemente de sexo ou religião. Funpage: facebook.com/silvio.f.costa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para se cadastrar, preencha o formulário na coluna do lado direito do blog.
Seu comentário é bem vindo, desde que:
1. possua nome e link válidos;
2. não contenha cunho racista, discriminatório ou ofensivo a pessoa, grupo de pessoas ou instituições;
3. não contenha cunho de natureza comercial ou propaganda.
Grato pela compreensão.