Este ano o Bloco Cru, grupo que se consagrou no carnaval do Rio misturando samba e rock ´n roll e foi até um dos destaques da coluna 'Gente Boa', no jornal O Globo, comemorou cinco anos, lançou CD digital pela Sony Music e até mudou de nome: Lu&Cru

A mistura de samba e rock ´n roll que levou 50 mil foliões ao delírio no show do Bloco Cru, no Carnaval de 2012, no Rio, também caiu no gosto da Sony Music. Dia 11 de janeiro, no Studio RJ, o grupo comemorou cinco anos com o lançamento do CD digital Lu &Cru Carna Rock Vol. 1 (assista ao vídeo abaixo). O título remete ao novo nome do bloco e faz referência à vocalista da banda, Lu Baratz (foto abaixo)


Entre as 16 faixas já disponíveis para compra (confira mais abaixo), clássicos como "Should I Stay or Shoul I Go", do The Clash, "Come As You Are", do Nirvana, "Jumping Jack Flash", dos Rolling Stones, além das nacionais O Vira, dos Secos e Molhados e Top Top, dos Mutantes. Tudo misturado com uma potentíssima batida carnavalesca. O CD digital esteve disponível para venda no iTunes entre os dias 8 e 21 de janeiro e, a partir de hoje, 22/01, passa a ser vendido nos principais canais de música digital, como GVT, Terra, Uol, Oi, entre outros.  As músicas também estão disponíveis em formato de ringtones na Oi, Vivo, Claro e Tim.

Formada em produção cultural pela UFF e pós-graduada em Teatro Musical pela UniRio, Lu Baratz sempre flertou com o samba e o rock ´n roll. Participou da revitalização da Lapa como assistente de produção de uma das primeiras casas do bairro, Armazém 61, onde conviveu com os bambas como Xangô da Mangueira, Teresa Cristina, Moyseis Marques e Marcos Sacramento. Na mesma época, frequentava com as amigas a Casa da Matriz, templo do rock no Rio de Janeiro. Depois de algum tempo trabalhando com produção, começou a surgir a vontade de se dedicar à música não mais como produtora, mas como cantora.

Lu procurou a consagrada professora de canto Vera do Canto e Mello, que deu aulas para Marisa Monte e Paula Toller, e tornou-se uma aplicada aluna de canto lírico por três anos. Gostava de cantar Pavarotti no chuveiro. Mas resolveu investir no Rock. Pensou nas músicas que gostaria de cantar antes de morrer e, em 2008, montou o Cabaret Cru, com o qual fez uma temporada na extinta Pista 3, em Botafogo.

No carnaval de 2009, ela e a trupe do Cru decidiram criar um bloco que misturasse samba e rock n´roll. O palco escolhido foi a Rua Henrique de Novaes, em Botafogo, em frente à Casa da Matriz. A empreitada atraiu três mil fãs de rock que finalmente encontraram um bloco para chamar de seu. No ano seguinte, o Cru atraiu ainda mais roqueiros simpatizantes do samba. Em 2011, muita gente nem conseguiu chegar na rua. Foi aí que a prefeitura sugeriu uma readequação dos locais de apresentação e o Bloco Cru foi parar na Praça XV em 2012, reunindo cerca de 50 mil pessoas.


Escolhi a Praça XV porque é perto do mar, tem navios que remetem aos piratas e eu sempre gostei da história deles. Eles têm algo de contracultura, são subversivos, e isso me encanta”, diz Lu, que só se apresenta no fim da tarde, quando o calor já está mais ameno. “Nos apresentamos sempre no crepúsculo. Adoro samba, mas não curto a ideia de cantar debaixo de um calor de 40 graus”, comenta Lu Baratz revelando seu lado mais rock ´n roll. “O nosso show na Praça XV foi maravilhoso."


Nesta quinta, dia 24, o Lu&Cru comandará o show em comemoração ao lançamento do CD Carnarock Vol I no Teatro Odisseia. Acompanhe todos os eventos no Facebook.
SERVIÇO:
Venda do CD Digital
No iTunes você pode comprar o CD ao preço de U$1,29 por faixa / U$9,99 CD completo. Nos canais de música do GVT, Terra, Uol e Oi,  a partir do dia 22 de janeiro, é grátis para assinantes.
Assista agora ao vídeo do lançamento do Lu&Cru no Studio RJ.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para se cadastrar, preencha o formulário na coluna do lado direito do blog.
Seu comentário é bem vindo, desde que:
1. possua nome e link válidos;
2. não contenha cunho racista, discriminatório ou ofensivo a pessoa, grupo de pessoas ou instituições;
3. não contenha cunho de natureza comercial ou propaganda.
Grato pela compreensão.