A maioria de nós precisa de uma data especial para ficar solidário (Natal), para comemorar a vida (aniversário) ou para ficar feliz (carnaval).

O Carnaval inclusive serve para que muitos liberem o que não é permitido durante o resto do ano. Nada melhor para isso do que máscaras ou fantasias. Não à toa, vários homens adoram se fantasiar de neném. Bebês precisam da atenção e do carinho das mamães - e de mamar, é claro. No caso dos foliões, a mamada é substituída por mamadeiras que, por sua vez, são enchidas de bebidas alcoólicas (beba com moderação. Se beber não dirija). As mamães, bem, muitas sensualizam com fantasias graciosas e ousadas e abusam das plumas.

Por falar em plumas, muitos gays usam e abusam de roupas femininas e a-do-ram dar carinho e atenção aos 'bebezões' carentes e liberais. Nem todo gay comemora a festa travestido, evidentemente. Alguns dizem até que detestam. Por outro lado, os enrustidos ou 'no armário' são os que mais exploram esse lado feminino e dão muita pinta nos dias de folia - quem irá reconhecê-los maquiados, com perucas (loiras) e roupas sexy, afinal? 

Mas é carnaval, tá tudo liberado. Vamos combinar que o mundo seria bem melhor com toda essa tolerância e alegria proporcionada pela maior festa popular do mundo; que não precisássemos de máscaras para ser feliz ou ser quem somos. Deixemos a seriedade para cumprir nossas responsabilidades e para vigiar as dos nossos governantes.

Tem um vídeo que retrata legal isso. É o clipe de uma das produções do DJ holandês Rick Romero - 'Toulose': máscaras são usadas e pessoas ficam felizes nas ruas, como no carnaval. Não é tão atual (2012) e tem mais de 20 milhões de acessos no YouTube. Assista abaixo.



Agora, se curte carnaval, confira a seleção dos modelos simples (e hot) encontrados na internet. Se acha que o 'corpicho' tá podendo (ou não), com uma cueca 'long john' listrada (foto lá em cima) você é um presidiário; com uma boxer mais transada e um pedaço de pano você se torna um bombeiro sexy ou um policial hot, por exemplo.


















2 comentários:

  1. por aí mesmo ... nasci folião mas nunca gostei de fantasiar ...

    amei o Gênio da Lâmpada o doutor ... umidificada por aqui ... rs

    bjão

    ResponderExcluir
  2. Tô com o Paulo, adorei estes dois também, adoraria passar a mão na lamparina, que gênio gostoso!

    ResponderExcluir

Para se cadastrar, preencha o formulário na coluna do lado direito do blog.
Seu comentário é bem vindo, desde que:
1. possua nome e link válidos;
2. não contenha cunho racista, discriminatório ou ofensivo a pessoa, grupo de pessoas ou instituições;
3. não contenha cunho de natureza comercial ou propaganda.
Grato pela compreensão.