O cantor Emílio Santiago, 66 anos, morreu às 6h30 desta quarta-feira (20), no Rio de Janeiro. Ele estava internado no CTI (Centro de Terapia Intensiva) do Hospital Samaritano, no bairro de Botafogo, devido a complicações causadas por um AVC (Acidente Vascular Cerebral). O cantor havia sido internado no hospital no dia 7 de março, com um quadro de AVC isquêmico.
O velório acontece a partir das 12h desta quarta, na Câmara de Vereadores do Rio de Janeiro. O espaço foi cedido pelo prefeito da cidade, Eduardo Paes. O enterro será na quinta-feira (21), no Memorial do Carmo, às 11h.

Redes Sociais

A morte do cantor repercutiu entre famosos nas redes sociais. Às 8h20, o nome do músico já figurava nas listas brasileira e mundial de assuntos mais comentados no Twitter.

Veja abaixo algumas das mensagens deixadas nas redes sociais lamentando o falecimento de Emílio Santiago:

Aguinaldo Silva (@aguinaldaosilva), dramaturgo: "Morreu Emílio Santiago, o último cantor de verdade do Brasil. Cantoras temos muitas, compositores também. Mas cantores... Ele era o único".

Alcione, cantora: "Como é que o Brasil vai viver sem essa voz e como é que eu vou poder viver sem o meu amigo? E como é que eu vou poder viver sem o meu amigo? Sempre cantando juntos, desde a noite. Mas com certeza está com seu Luís e dona Hercília, que eram os pais dele que amavam muito ele, e junto com outros cantores fazendo uma festa para ele. A gente tem mais é que se conformar, e pedir a Deus que ele seja bem recebido pelos espíritos socorristas. Ele vai estar muito bem, nunca fez mal a ninguém, só cantou o amor e a beleza desse país. Agora vamos nos conformar e rezar para que fique tudo bem com ele".

Alexandre Pires (@_alexandrepires), cantor e compositor: "Acordo com a notícia de que o meu mestre se foi!!! Queria muito que isso fosse mentira!!".

Astrid Fontenelle (@astridfontenell), apresentadora: "Acordo com a noticia da morte do cantor Emílio Santiago. Triste. Tinha um plano de estreitar a amizade. Seu canto era foda! RIP meu negão!".

Ed Motta (@EdMotta), cantor e compositor: "O maior cantor do Brasil Emilio Santiago partiu para o plano espiritual. Nos céus ele sempre esteve é um gigante. Que tristeza meu Deus".

Fábio de Melo (@pefabiodemelo), padre e cantor: "Emílio Santiago, um dos maiores talentos da nossa MPB. Vai fazer falta por aqui".

Fafá de Belém (@fafadbelem), cantora: "Que MERDA!!! Emilio partiu...".

Gabriel Chalita (@gabriel_chalita), deputado federal: "Morreu Emílio Santiago. Um cantor fantástico".

Gloria Perez (@gloriafperez), dramaturga: "Triste demais com a morte do #emiliosantiago".

Lucas Lima (@Lima_Lucas), músico: "Putz, mais um dos fodas se foi... Emílio Santiago era um BAITA dum intérprete de samba, baita perda".

Luiza Possi (@luizapossi), cantora: "O que? O Emilio morreu? É isso Brasil? Ah nao! Nao! Nao! To arrasada. Nao quero mais brincar! Nao quero mais falar! To triste. Beijo. Emilio, amigo, querido. Vai com Deus do seu lado. Te amo".

Manno Goes (@_mannogoes), integrante do grupo Jammil e Uma Noites: "A voz masculina mais linda do Brasil se calou. Vai em paz, Emilio Santiago. Sua voz eternizou Saigon, Verdade Chinesa, O Fantasma da Ópera...".

Maria Rita (@MROFICIAL), cantora: "Tomada por profundo pezar e grande tristeza: se calou uma das MAIORES vozes masculinas do Brasil. Descanse em paz, Emilio. E obrigada… Bacanudos que não o conheciam: por favor, deem uma busca. Afinação, interpretação impecáveis. Seus primeiros discos tinham um gingado de dar orgulho. Mais um nome para o qual não devemos medir esforços: não pode ser esquecido. Um lance de controle de emissão, uso inteligente de vibrato, respeito à melodia… o, coisa. Aprendamos, APRENDAMOS! Viva Emilio Santiago".

Paula Lavigne (@PaulaLavigneOfi), produtora: "Muuuuuito triste com a morte do queridissimo #emiliosantiago Grande voz, grande cantor, grande pessoa!".

Rafael Vannucci (@rafavannucci), cantor e empresário: "Emilio Santiago, uma das maiores vozes da musica popular brasileira! Vá com deus!! Descanse em paz!".

Ritchie (@ritchieguy), cantor e compositor: "RIP Emílio Santiago, (nosso Lou Rawls). Grande voz, gente fina".

Roberto Menescal, compositor e produtor: "É a voz do Brasil. Nos bastidores, no estúdio é que você sabe quem é cantor e quem não é. Eu perguntava: ‘Emílio, vamos ver qual o seu tom’. E ele falava: ‘Faz qualquer um’. Era o único cantor que cantava em qualquer tom! (...) Tinha o timbre, mas também o suingue. Tinha um estilo próprio, não é algo que possa imitar. Foi uma referência para outras gerações. Ele está lá com o Tom Jobim, o Tom ganhou mais um interprete bom lá em cima com ele".

Rodrigo "Minotauro" Nogueira (@Minotauromma), lutador do UFC: "Conforto e força a família do cantor Emílio Santiago que Faleceu!".

De advogado a cantor de MPB

Emílio Santiago nasceu no Rio de Janeiro, no dia 6 de dezembro de 1946. Apesar de ser formado pela Faculdade Nacional de Direito, a música sempre falou mais alto em sua vida. No ínicio, foi influenciado por cantores como Nelson Gonçalves, Cauby Peixoto e Anísio Silva. Depois, deixou-se levar pela bossa nova e a voz e violão do ícone João Gilberto.

Ainda na faculdade, começou a cantar em festivais e participou do programa de calouros A Grande Chance, apresentado por Flávio Cavalcanti, que o levou a gravar o primeiro compacto: Transas de Amor. Em 1975, gravou seu primeiro disco, intitulado Emílio Santiago, que o levou a ser conhecido nacionalmente. Em 1982, venceu o festival MPB Shell, da TV Globo, cantando Pelo Amor de Deus.

O último disco de Emílio Santiago foi Só Danço Samba (Ao Vivo), lançado em 2012, o primeiro pelo selo de sua propriedade, a Santiago Music. Ao longo de sua carreira, Emílio Santiago lançou mais de 25 álbuns e quatro DVDs. Em 2013, ganhou o Grammy Latino de Melhor Álbum de Samba/Pagode, por seu último trabalho.
Fontes: Terra e G1

3 comentários:

Para se cadastrar, preencha o formulário na coluna do lado direito do blog.
Seu comentário é bem vindo, desde que:
1. possua nome e link válidos;
2. não contenha cunho racista, discriminatório ou ofensivo a pessoa, grupo de pessoas ou instituições;
3. não contenha cunho de natureza comercial ou propaganda.
Grato pela compreensão.