O clima de suspense foi bem preparado e a Globo enfim divulgou hoje as primeiras imagens de Thammy Miranda como Lohana, a nova identidade da policial Jô, sua personagem de Salve Jorge.

Ela surge com novo visual para tentar convencer a máfia do tráfico de pessoas que é um material promissor e lucrativo para o grupo. Só nos resta aguardar e conferir a atriz em movimento nas cenas que irão ao ar na próxima segunda-feira (08/04).


Thammy está gata, mas vamos combinar que dançarina de boate que se preze não usa 1/3 dos panos mostrados nas roupas de Lohane. Será que rola um 'strip' ou foi o jeito encontrado pela produção pra disfarçar o "excesso de gostosura" da atriz? 

Após assumir a homossexualidade, Thammy desabafou dizendo que Thammy Gretchen, a princesa do rebolado, estava morta. Na nova fase, ela adotou o nome artístico de Thammy Miranda e, de lá pra cá, nada mais de roupas de mulherzinha, maquiagem, muito menos de rebolados. 

Há alguns dias, convidada para um evento no São Paulo Fashion Week, ela sentou-se de frente ao maquiador para se preparar, mas, ao perceber o batom na mão do profissional, ela mandou na lata: "Nem vem. Nada de batom!"


Mas o verdadeiro artista não tem sexo e parece que Thammy incorporou. Tá certo que teve a forcinha da autora da novela. Ao receber os novos textos, a atriz encontrou um bilhete de Glória Perez: "Arrase e baixe a mamãe".

A ex-princesa do rebolado baixou. Com longas madeixas e muita maquiagem ela subiu ao palco e mandou ver. Não foi na primeira, mas na segunda tentativa que a garota rebolou ao som de "Conga, La Conga", um dos sucessos da mamis, Gretchen, a eterna rainha dos rebolados.


A primeira coisa que Thammy fez ao terminar a gravação foi enviar um torpedo com imagens para Gretchen que adorou a homenagem. E justificou: "É uma grande homenagem, uma forma de agradecer tudo o que ela fez por mim a vida toda".





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para se cadastrar, preencha o formulário na coluna do lado direito do blog.
Seu comentário é bem vindo, desde que:
1. possua nome e link válidos;
2. não contenha cunho racista, discriminatório ou ofensivo a pessoa, grupo de pessoas ou instituições;
3. não contenha cunho de natureza comercial ou propaganda.
Grato pela compreensão.