A atriz global Ana Karolina Lannes, 13 anos, viveu uma conturbada relação entre mãe e filha em seu último trabalho como Ágata, a filha sofrida da vilã Carminha (Adriana Esteves) -- que não era gay --, da novela Avenida Brasil.

Infelizmente o mundo tá cheio de 'Carminhas' e não é somente na ficção que essa doçura de menina, já entrando na adolescência, escuta desaforos. Comovida, ela contou para o site UOL um sério problema que teve de enfrentar ainda criança por causa de uma fofoca midiática que a deixou muito magoada.

Segundo narrou no vídeo abaixo, uma rádio do Rio de Janeiro devassou sua vida íntima e revelou, de forma agressiva e quase traumática, que a atriz é criada por um casal de gays. "Chorei ao ouvir um locutor do Rio criticar meus pais e falar que eu ia virar lésbica. Ainda colocaram entrevistas com pessoas com a mesma opinião. Não é justo o que fizeram comigo", relembra muito emocionada.

Há exatamente um ano, a história de Ana Karolina foi notícia em vários sites, blogs, jornais e revistas. Órfã de mãe aos quatro anos e não reconhecida pelo pai biológico, ela acabou adotada pelo tio,  o comissário de bordo Fábio Lopes, que a cria há oito anos, juntamente com seu companheiro, o dermatologista João Paulo Afonso
Eles educam, dão amor, carinho, ajudam quando preciso me arrumar. Uma babá que tive por um tempo falava para mim: 'coitada de você quando menstruar e for namorar. Imagina você sozinha com esses dois homens (risos)'. Tenho certeza que quando tudo isso acontecer eles vão saber o que fazer [disse convicta]
Assista ao vídeo. 

7 comentários:

  1. Querida Ana Karolina,


    Não se importe com coisas tão pequenas. São pessoas que não enxergam a alma divina dos seus tios, que hoje são seus pais. Tenho certeza que seus pais são pessoas de alma pura e fazem o bem. Ame-os bastante, ok?
    Verdadeiro amor não tem sexo, raça... O verdadeiro amor é sem forma, é SENTIMENTO. Acho que as pessoas se confundem.

    Bjim no seu coração

    ResponderExcluir
  2. Expor e julgar a vida de pessoas que ele não conhece, ridículo! Super educada, bem criada, fala super bem pra idade dela e ainda é ótima atriz. Não devia meter o dedo na vida alheia dessa maneira. Queria ver se expor, abrir os olhos, enxergar os próprios problemas, se criticar e mandar os outros o criticarem. Quem ta precisando de uma lição de moral, lição de educação e esses babacas que falam mal sobre a vida alhei, tomar vergonha na cara --'

    ResponderExcluir
  3. não é uma questão de preconceito..é ke não tem jeito,a criança sempre vai acabar sofrendo bullyng por causa disso.. e kem toma a desição de adotar,esteja ciente disso,ponto.

    ResponderExcluir
  4. Bom esse post foi tão interessante que nem vi o vídeo inteiro!
    Se alguém responder não vou ler msm!!!

    ResponderExcluir
  5. Isso poderia ser evitado se casais gays nao pudessem adotar filhos, mas como é isso que muitas pessoas querem, essa é a consequencia. Bullyng é o caralho, nao tem como ensinar para criancas (colegas da menina) que a mamae dela tem uma piroca e isso é normal.

    ResponderExcluir
  6. KKKKK... a mamãe dela tem uma piroca. Borrei-me de rir!

    ResponderExcluir

Para se cadastrar, preencha o formulário na coluna do lado direito do blog.
Seu comentário é bem vindo, desde que:
1. possua nome e link válidos;
2. não contenha cunho racista, discriminatório ou ofensivo a pessoa, grupo de pessoas ou instituições;
3. não contenha cunho de natureza comercial ou propaganda.
Grato pela compreensão.