Jarron Collins ganha camiseta com os dizeres "Eu sou o hétero" e agradece o apresentador Jimmy Kimmel no Twitter

Depois que assumiu a homossexualidade, Jason Collins, 34 anos, ganhou muita publicidade. Ao ser entrevistado por Jimmy Kimmel, famoso apresentador de talk show nos Estados Unidos, o pivô da NBA, acompanhado do irmão gêmeo Jarron Collins, demonstrou bom humor e desenvoltura no programa, assim como o irmão.

Jarron levou para casa uma camiseta de presente de Jimmy Kimmel com os dizeres "I'm the straight one" (Eu sou o hétero, em inglês). Depois, em sua conta no Twitter, Jarron agradeceu ao apresentador: "Obrigado pela camiseta. Isso ajudará a esclarecer as coisas".


Jarron contou que soube no final do último verão. Jason ligou e disse que estava vindo a minha casa porque havia algo para dizer. Isso não era novidade, nos falamos várias vezes ao dia e ele sempre tem. Ele é o tio Jason para meus três filhos e um irmão para a minha esposa. Jason é meu irmão gêmeo, oito minutos mais velho. Vivemos a apenas alguns quilômetros de distância, no lado oeste de Los Angeles, mas, enquanto a maioria de nossas conversas é rápida e leve, aquela foi diferente.

- O que está acontecendo? Perguntei.
Ele se sentou e disse:
- Jarron, preciso falar com você sobre uma coisa séria. Jarron, eu sou gay.
- Você é o quê?

Não preciso mentir. Eu não fazia ideia. Conversamos, ele respondeu às minhas perguntas, eu o abracei e, após digerir o que acabara de ouvir, pensei no que importa: ele é meu irmão, um grande cara. Eu quero que ele seja feliz. Vou amá-lo, apoiá-lo e, se necessário, protegê-lo.

O que Jason pretende com isso? Viver sua vida, ter um relacionamento, uma família. Ele quer paz para seguir adiante com sua vida pessoal. Ir em frente como o ótimo jogador de basquete profissional que é. Isso é tudo, na verdade [...] Eu nunca tive tanto orgulhoso dele.


Um comentário:

Para se cadastrar, preencha o formulário na coluna do lado direito do blog.
Seu comentário é bem vindo, desde que:
1. possua nome e link válidos;
2. não contenha cunho racista, discriminatório ou ofensivo a pessoa, grupo de pessoas ou instituições;
3. não contenha cunho de natureza comercial ou propaganda.
Grato pela compreensão.