Segundo publicação do jornal O Dia, uma confusão com a banda Calypso teria ocorrido durante festa junina de São João em Campina Grande, Paraíba, no último dia 03/07/2013.

Joelma teria ficado quase um minuto em silêncio após se deparar com cartazes contendo frases contra o preconceito a gays: "Sou gay" e "A Paraíba não precisa do seu preconceito" e declarou: "Vocês podem ser o que quiser. Vamos continuar o show".

Sertão de Pernambuco

Outra publicação, do site G1, denota que o ocorrido em Campina Grande pode ser relação com o que aconteceu poucos dias antes, durante o show da Calypso na madrugada do dia 25 de junho, no município de São José do Egito, Sertão de Pernambuco.

Por lá, outro grupo levantou cartazes protestando contra o projeto da “cura gay” e a homofobia nos quais se lia: "Calypso precisa de cura" e "Feliciano representa Calypso". A cantora percebeu e chamou um dos manifestantes ao camarim, mas, no percurso, ele teria sido violentamente agredido por seguranças e pelo prefeito da cidade, Romério Guimarães.

Ao site G1, o manifestante Antônio José de Lima Filho, 23 anos, contou o que aconteceu e o que foi registrado no boletim de ocorrência na delegacia da cidade contra um dos seguranças do evento que o teria empurrado para fora do camarim. 
O protesto seguia calmamente, até que no meio do show, Joelma disse que falaria comigo no camarim ao fim da apresentação. Fui com um rapaz da banda até lá, que perguntou sobre o cartaz e quis tomá-lo da minha mão. Ele queria tomar meu celular que eu usaria pra fazer uma gravação. Não deixei que pegassem e foi aí que o prefeito segurou minha mão e me conteve para pegarem meu cartaz. Me colocaram para fora feito um bicho, me chutando. Levei um murro na cabeça.
Procurada, a assessoria de imprensa da Calypso confirmou que Antônio foi chamado ao camarim por Joelma, mas nega as agressões. Segundo a assessoria, o rapaz teria feito confusão com seguranças do show, que seriam contratados pela prefeitura. Ainda ressaltou que o manifestante seria de um grupo político contrário ao partido do prefeito Romério Guimarães (PT).

Vídeo

O vídeo abaixo foi postado no YouTube no final de 2011, logo nada tem a ver com os episódios acima nem sequer com a fase antigay da banda. Por outro lado, mostra um Chimbinha estressado, bem diferente daquele que o público está acostumado a ver na tevê. Em dado momento, o guitarrista da banda e marido de Joelma arremessa um objeto na direção de alguém da plateia depois de chamá-lo para briga.


4 comentários:

  1. Tem um menina histérica ao lado de quem gravou, então não dá pra entender nada do que essa vocalista com "vestido de liquidificador" está dizendo, tampouco o que esse troglodita do marido dela quer dizer... daria para quem postou "traduzir" pra gente?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O fofa, ele esta so se defendendo,esse bando de loucos tem que aprender a respeitar os artistas que eles sao,ta na hora dessas bichas podres saber deparar as coisas, quem deu aquela declaracao nao foi a cantora joelma, foi a joelma pessoa.

      Excluir
  2. gente, adorando as pessoas se manifestando assim
    tem que ser assim mesmo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Violencia nunca e bom minha querida.

      Excluir

Para se cadastrar, preencha o formulário na coluna do lado direito do blog.
Seu comentário é bem vindo, desde que:
1. possua nome e link válidos;
2. não contenha cunho racista, discriminatório ou ofensivo a pessoa, grupo de pessoas ou instituições;
3. não contenha cunho de natureza comercial ou propaganda.
Grato pela compreensão.