No mês passado, o polêmico jornalista Jorge Kajuru gravou um vídeo no qual chama o outro jornalista e apresentador do telejornal da Band, Bóris Casoy, de velho pedófilo. A picuinha dos dois acabou respingando nos gays. No momento de raiva, Kajuru deixa subentendido que gays são pedófilos. 

Tudo começou quando Bóris estava ao vivo no telejornal e, achando que seu áudio estava desligado, fez um comentário infeliz sobre um anúncio onde aparecia dois garis desejando feliz 2010 aos telespectadores da emissora:
Que merda. Dois lixeiros desejando felicidades do alto de suas vassouras [risos]... Dois lixeiros? O mais baixo da escala do trabalho...
Na ocasião, Kajuru gravou o primeiro vídeo no qual declarou que Casoy não serve sequer para reciclagem de lixo e o posicionou numa lixeira pior do que, segundo ele, estaria a jornalista Marcia Goldsmith, a quem chama de "Goldlixo".

O desabafo veio à tona após Bóris ter publicado um vídeo no Youtube, onde, em menos de um minuto, chama Kajuru de “moleque” e insinua que o jornalista esportivo recebeu dinheiro ilegal do bicheiro Carlinhos Cachoeira. Assista ao vídeo.

No vídeo mais atual, Kajuru acusa Casoy de pedófilo, dizendo o seguinte:
...Quando eu lhe chamo na sua cara de pedófilo, eu não tenho nada contra opção sexual, cada uma tem a sua. Só que a pedofilia é crime...[2':27'' a 2':42'' do vídeo abaixo]
Kajuru chama Casoy de racista, fascista, elitista, "Tia Velha" e etc... Faz também revelações sobre a intimidade do apresentador de telejornal ao dizer: “pega rapazes em pontos de ônibus e os leva para sua mansão” e que “viaja para a Índia para cometer atos de pedofilia em outros países". Assista.



Pelo menos em duas oportunidades Kajuru diz que o crime de pedofilia é praticado contra 'rapazes'. Não faço ideia da preferência etária de Bóris Casoy, mas, apesar de, no Brasil, o Estatuto da Criança e do Adolescente chamar de adolescentes os menores de idade entre 12 anos completos e 18 anos incompletos, não é comum, na prática, alguém chamar de rapazes os garotos de até 13 anos. 

É bom ressaltar que menoridade nada tem a ver com idade de consentimento sexual que, no Brasil, é de 14 anos. A partir dessa idade, não há crime de estupro de vulnerável e somente haverá crime de estupro se não houver consenso. 

Convenhamos, se Casoy, aos 72 anos de idade e conhecido como é, mantivesse práticas sexuais com crianças de até 13 anos de idade, certamente haveria de ter pelo menos uma denúncia contra ele registrada em alguma delegacia. Me parece que não há. 

Ora, ajuda aí, Kajuru. Já não basta a confusão (proposital) de religiosos fundamentalistas que vivem acusando gays de pedófilos? Por causa de sua picuinha pessoal, vai acusar a comunidade LGBT de pedófila? Vocês que se entendam, mas esse tipo de acusação é golpe baixo.

2 comentários:

  1. Kajuru é um demente ... ele trabalhou um tempo aqui em Minas ... sempre foi um imbecil ...

    ResponderExcluir
  2. Kajuru é valente e um dos únicos homens honrados da TV brasileira. Nesse país de podridão quem é honesto e ético leva chumbo.

    ResponderExcluir

Para se cadastrar, preencha o formulário na coluna do lado direito do blog.
Seu comentário é bem vindo, desde que:
1. possua nome e link válidos;
2. não contenha cunho racista, discriminatório ou ofensivo a pessoa, grupo de pessoas ou instituições;
3. não contenha cunho de natureza comercial ou propaganda.
Grato pela compreensão.