[Postagem adaptada do site: Muita Viagem]
foto: Beatrice Murch
Faz tempo que Buenos Aires é um destino de viagem muito procurado por gays que querem conhecer a agitada cena GLS da capital argentina. A cidade possui os melhores guias por causa de seus hotéis, clubes, restaurantes e outras atrações pensadas para o público gay, além de oferecer uma vida cultural intensa, com artes, música e cinema.

No ano passado, para reforçar a marca de destino gay-friendly e avançar nos direitos, Buenos Aires passou a autorizar o casamento entre turistas do mesmo sexo. Isso mesmo, não é preciso ter residência fixa para casar em Buenos Aires, mas o casamento não é válido no Brasil.

Buenos Aires é uma cidade de muitas baladas. De segunda a segunda existem boliches (como são chamados os clubes noturnos), bares, festas e, claro, a cena gay ferve.

Um bom começo para descobrir onde ir na cidade é o site Buenos Aires Stay, que tem informações atualizadas e programação voltada aos gays. No Facebook, o Gay Buenos Aires Stay também informa a programação e o calendário atualizados das melhores baladas e programas GLS.

O mapa dos points gay de Buenos Aires do Night Tour também é interessante, indica desde clubes e baladas gays até as melhores saunas da capital da Argentina.

Para quem está sozinho ou quer conhecer uma galera fervida, uma ótima dica é The Buenos Aires Out & About Pub Crawl, um pub crawl gay, que organiza um grupo para passar em alguns bares e boates GLS.

Um ótimo site com informações gerais, dicas de lugares, cultura, direitos e dicas de segurança é o The Gay Travel Guide to Buenos Aires!

Agora, se não tiver tempo para pesquisar para qual a balada gay ir de quinta a domingo em Buenos Aires, vá para a Amerika, uma das baladas GLS mais tradicionais da cidade. A boate é grande, com três pistas, perfil popular e toca músicas pop e calientes, meio de rádio. A rua onde fica a Amerika, a Gascón Street, em Almagro, é bastante movimentada e dá para encontrar algo para fazer se não quiser entrar na balada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para se cadastrar, preencha o formulário na coluna do lado direito do blog.
Seu comentário é bem vindo, desde que:
1. possua nome e link válidos;
2. não contenha cunho racista, discriminatório ou ofensivo a pessoa, grupo de pessoas ou instituições;
3. não contenha cunho de natureza comercial ou propaganda.
Grato pela compreensão.