A transexualidade refere-se à condição do indivíduo que possui identidade de gênero diferente da designada no nascimento. A pessoa tem o desejo de viver e ser aceita como alguém do sexo oposto. Apesar de não haver ainda divulgação ampla e maciça na mídia, o transtorno é diagnosticado cada vez mais cedo e há histórias de muitas crianças e mais ainda de adolescentes no mundo.

Casos célebres contribuem para melhor compreensão ou percepção do transtorno perante o grande público (sobre isso, leia: "Famosos e seus filhos transexuais"). No aspecto sócio-cultural-geográfico, algumas mudanças importantes começam a surgir. Na França, por exemplo, desde 2010 a transexualidade deixou de ser considerada transtorno (perturbação mental). Foi o primeiro país do mundo a tomar tal decisão.

Na última segunda-feira, no estado da Califórnia (EUA), o governador Jerry Brown ratificou a lei que permite aos alunos transexuais de escolas públicas escolherem o banheiro que pretendem utilizar e os esportes que preferem praticar nas escolas. Os legisladores acreditam que leis assim reduzem casos de 'bullying' fazendo com que esses alunos sejam tratados desde muito cedo de acordo com o sexo escolhido e não de acordo com aquele constante dos documentos pessoais.

A Califórnia é um dos estados norte-americanos mais inseridos no debate nacional sobre os direitos dos homossexuais, lésbicas e transexuais.

As redes sociais são um veículo importante de divulgação da transexualidade. No Facebook ou no YouTube, comunidades e/ou páginas atraem cada vez mais usuários que se identificam ou se interessam pelo tema. Algumas mais conhecidas são: Homens Transexuais (página brasileira do Facebook), FTM Transtatic (canal norte-americano do YouTube) Mundo T-Girl (comunidade brasileira do Facebook), 
No Tumblr, o blog de Oliver (transex masculino) é um dos mais visitados.

Existem muitos vídeos de transformações na internet que podem ser encontrados muito facilmente. Selecionamos os dois abaixo. Em ambos (inglês), a questão psicológica é abordada antes, durante e após.




2 comentários:

  1. Muito bom artigo Junior. É sempre bom atualizar boas novas....
    Bjs

    ResponderExcluir

Para se cadastrar, preencha o formulário na coluna do lado direito do blog.
Seu comentário é bem vindo, desde que:
1. possua nome e link válidos;
2. não contenha cunho racista, discriminatório ou ofensivo a pessoa, grupo de pessoas ou instituições;
3. não contenha cunho de natureza comercial ou propaganda.
Grato pela compreensão.