Desde que há dois meses o governo russo aprovou a lei que proíbe propagandas ou promoções da homossexualidade a menores, várias notícias daquele País têm sido divulgadas ameaçando prender quem quer que tente descumpri-la. Pois bem, o atleta norte-americano Nick Symmonds, 29 anos, é heterossexual e acaba de se tornar o primeiro estrangeiro a defender gays e lésbicas em território russo.

Ele dedicou a sua medalha de prata que ganhou em Moscovo, pela segunda colocação nos 800 metros do Campeonato Mundial de Atletismo na última terça-feira (13/08), aos amigos gays e lésbicas dos EUA, desafiando assim a lei antigay russa.

Tanto quanto eu puder falar sobre esse assunto, eu o farei. Acredito que todos os seres humanos merecem igualdade porque somos todos frutos de Deus. Se você é gay, hétero, preto, branco, não importa, todos merecemos os mesmos direitos. Se há alguma coisa que eu possa fazer para defender a causa eu farei, mesmo sob o risco de ser preso.
Foi a declaração do atleta à R-Sport depois de conseguir um tempo de 1:43.55 no Estádio Luzhniki, em Moscovo. Symmonds já havia se oposto à nova lei numa postagem do blog da revista Runner's World, em 6 de agosto. Ele havia dito que não traria à tona o assunto na Rússia por respeito às leis do País. Agora ele diz que respeita a Rússia e sua capacidade de governar seu povo, mas discorda de suas regras.

A legislação anti-gay, ratificada pelo presidente Vladimir Putin em junho, tornou-se rapidamente uma grande polêmica dos Jogos Olímpicos de Inverno (Sochi- fevereiro 2014). O Comité Olímpico Internacional disse na semana passada que quer esclarecimentos sobre a lei antes de tomar uma posição oficial. Fora isso, a Rússia enfrenta uma crescente pressão de grupos de direitos humanos e celebridades que chegaram a sugerir boicote aos Jogos de Sochi.

Um comentário:

  1. Admiravel.... são pessoas como ele, que estão na midia, que conseguirão com a ajuda de milhoes de anonimos a reverter a absurda situação em territorio russo. Vergonhosa a lei anti-gay aprovada lá.
    beijos Junior

    ResponderExcluir

Para se cadastrar, preencha o formulário na coluna do lado direito do blog.
Seu comentário é bem vindo, desde que:
1. possua nome e link válidos;
2. não contenha cunho racista, discriminatório ou ofensivo a pessoa, grupo de pessoas ou instituições;
3. não contenha cunho de natureza comercial ou propaganda.
Grato pela compreensão.