Praga - foto via Vova Pomortzeff (Facebook)
Neste domingo (8), manifestantes de todo o mundo foram às ruas, em frente aos consulados russos, para promover o "Beijato - Para Rússia, com amor", ato criado nas redes sociais para protestar contra a legislação antigay do governo russo que proíbe apologia da homossexualidade para menores. 

Não precisa ser entendedor de leis para perceber que o presidente da Rússia, Vladimir Putin, vem sancionando leis em seu País que discriminam os homossexuais, apesar de ele negar. Depois da proibição da 'propaganda gay', entrou em vigor a proibição da adoção por pessoas ou casais gays.

Na Europa e Austrália, manifestantes de várias cidades de diferentes países saíram às ruas: Paris, Bruxelas, Praga, Viena, Munique, Berlim, Barcelona, Bari, Sydney, Prtaga, Dublin, e outras (confira as  fotos no slideshow mais abaixo). 
Rio de Janeiro - foto via G1, por Gabriel Barreira
No Rio de Janeiro, cerca de 100 pessoas compareceu no Leblon, em frente ao Consulado Geral da Federação da Rússia, na Rua Professor Azevedo Marques. O grupo caminhou da orla até o consulado. Por volta das 17h30, a via foi interditada no trecho entre a Avenida Visconde de Albuquerque e a Rua Dias Ferreira. 

Beijos e outras mensagens em repúdio ao presidente russo foram projetados no muro do Consulado. Muitos manifestantes ergueram a bandeira colorida do movimento LGBT. Outros participantes protestaram de maneira bem-humorada, usando trajes típicos russos, além de maquiagem.
Rio de Janeiro - foto via G1, por Gabriel Barreira
Houve quem protestou utilizando máscaras cor de rosa. A participante Tássia Mendonça explicou que a máscara foi uma referência às meninas da banda Pussy Riot, que entraram numa catedral da Igreja Ortodoxa, em Moscou, subiram ao altar e cantaram uma música que invocava Virgem Maria. Na ocasião, elas disseram que o ato era para tirar o então primeiro-ministro, atual presidente da Rússia, Vladimir Putin.

"É uma referência as Pussy Riot, presas nas manifestações russas. Os movimentos sociais foram criminalizados lá e estão sendo aqui também".

Confira mais fotos pelo mundo.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para se cadastrar, preencha o formulário na coluna do lado direito do blog.
Seu comentário é bem vindo, desde que:
1. possua nome e link válidos;
2. não contenha cunho racista, discriminatório ou ofensivo a pessoa, grupo de pessoas ou instituições;
3. não contenha cunho de natureza comercial ou propaganda.
Grato pela compreensão.