Batwoman (Kate) pode ser uma super-heróina, mas seus poderes parecem insuficientes para realizar talvez o maior sonho: o próprio casamento.

A personagem título chegou a pedir a namorada em casamento, a policial Maggie Sawyer. Houve até repetição da cena na edição mais recente dos quadrinhos. No último momento, entretanto, a DC Comics exigiu que os roteiristas abortasse a ideia do casamento entre Kate e Maggie.

Diante de tal censura e interferência na liberdade profissional, os roteiristas J.H. Williams III e W. Haden Blackman declararam, em seus blogs, que abandonarão 'Batwoman'. Segundo os autores, vários cortes acontecem de última hora. 
A nosso ver, eles prejudicam a personagem e a série. Disseram para que abandonássemos os planos para a origem do Crocodilo e fomos forçados a alterar drasticamente a conclusão original do nosso arco, que teria definido um futuro heroico e ousado para a Batwoman. O mais massacrante é que fomos proibidos de mostrar um casamento entre Kate e Maggie.
A DC solicitou que alteremos ou descartemos por completo várias tramas de longa data. Sempre entendemos que, por mais que adoremos a personagem, Batwoman pertence à DC. Contudo, o fato destas mudanças virem sempre na última hora nos deixam frustrados e furiosos - porque nos impedem de contar a melhor história possível.

A última edição da dupla será a do dia 26, prevista para dezembro. Williams III também comentou que o desentendimento com a DC não afeta seu compromisso com The Sandman Overture, o projeto que está desenhando para a DC/Vertigo.

Fonte: Omelete/UOL

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para se cadastrar, preencha o formulário na coluna do lado direito do blog.
Seu comentário é bem vindo, desde que:
1. possua nome e link válidos;
2. não contenha cunho racista, discriminatório ou ofensivo a pessoa, grupo de pessoas ou instituições;
3. não contenha cunho de natureza comercial ou propaganda.
Grato pela compreensão.