A homossexualidade feminina está em alta. Atualmente está em cartaz o filme "Flores Raras", protagonizado por Glória Pires e a australiana Miranda Otto, sobre a relação entre a poeta norte-americana Elizabeth Bishop (1911-1979) e a paisagista brasileira Lota de Macedo Soares (1910-1967).

Outro filme com mesma temática, mas com história bem diferente, é "Gata Velha Ainda Mia", com Regina Duarte e Bárbara Paz protagonizando um relacionamento lésbico. A direção é de Rafael Primot, 31 anos -- em seu primeiro longa-metragem.

Carol (Bárbara) é uma jornalista obcecada pela escritora Gloria Polk (Regina Duarte) que não publica livros há muitos anos. Polk é uma escritora decadente e amarga que resolve abrir sua casa e dar uma entrevista à jornalista que mora em seu prédio para falar de sua volta à literatura após um longo jejum. A trama é sobre mulheres e as dificuldades de se relacionar, de envelhecer e ainda sobre o enlouquecedor processo de criação dos escritores.


O longa foi filmado em 2012 de forma independente e atualmente busca distribuidora para entrar em cartaz nos cinemas.Trata-se de uma co-produção da Piloto, Canal Brasil e Enkapothado Filmes. Ainda é complicado conseguir patrocinadores para filmes LGBT. Em 2012, "Flores Raras" teve o mesmo problema.

No Facebook de Gata Velha Ainda Mia, foi postado o trailer do filme e o seguinte texto pedindo patrocínio:

“Este filme foi produzido de maneira TOTALMENTE independente e sem incentivos fiscais até o momento. Então quem puder e quiser nos ajudar, pode começar COMPARTILHANDO NOSSO TRAILER. Assistam e compartilhem, somos todos parte disto”.

Assista ao trailer:


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para se cadastrar, preencha o formulário na coluna do lado direito do blog.
Seu comentário é bem vindo, desde que:
1. possua nome e link válidos;
2. não contenha cunho racista, discriminatório ou ofensivo a pessoa, grupo de pessoas ou instituições;
3. não contenha cunho de natureza comercial ou propaganda.
Grato pela compreensão.