Lutadores poderão disputar usando apenas shorts especiais para a luta. Sem camisetas.


A luta greco-romana está de volta aos jogos olímpicos, mas segundo o 'USA Today', seu retorno no Rio de Janeiro, em 2016, será marcado com mudanças que principalmente removerão aquela pegada  [¬ ¬] antiquada do esporte. 

"Vamos mudar tudo", disse Nenad Lalovic, presidente da Federação Internacional de Lutas Amadoras (FILA). "Toda paisagem do local." As cores vermelha e amarela do tapete talvez sejam substituídas por tons de azul.

"Nossos uniformes são muito antiquados", ponderou Lalovic. Os lutadores poderiam usar shorts de luta e uma camiseta de microfibra apertada. Ou simplesmente sem camiseta alguma.

O ator Billy Baldwin, que já fez parte da delegação do wrestling, vê as mudanças como positivas para o entretenimento. "É por isso que vôlei de praia fica 17 horas em horário nobre e nós estamos enterrados às três da manhã", disse ele.

Baldwin perguntou a um lutador norte-americano o que ele acha do novo uniforme e ele respondeu "Eu tenho que começar a trabalhar o meu abdômen."

Os organizadores da luta greco-romana estão pensando grande para entreter os fãs: pesagem oficial, música alta no percurso dos lutadores, iluminação impactante com efeitos visuais e telões com replays de lutas são alguns itens em discussão.










Imagens via: "Men in Singlets"


2 comentários:

  1. Nao muda time que esta ganhando.... isso vai ficar e' mais homoerotico...

    ResponderExcluir
  2. Hummm; que gostoso...!!! Adoooro...!!!

    ResponderExcluir

Para se cadastrar, preencha o formulário na coluna do lado direito do blog.
Seu comentário é bem vindo, desde que:
1. possua nome e link válidos;
2. não contenha cunho racista, discriminatório ou ofensivo a pessoa, grupo de pessoas ou instituições;
3. não contenha cunho de natureza comercial ou propaganda.
Grato pela compreensão.