“Somente ao conhecer nossos direitos, podemos exercer nossa cidadania de maneira plena. Convidamos a população para ver um pouco do nosso trabalho, que visa a garantia da defesa dos cidadãos e cidadãs vítimas de preconceito e crimes de ódio” 
Carlos Tufvesson, coordenador especial da Diversidade Sexual da Prefeitura do Rio. 

Pelo terceiro ano consecutivo, a Coordenadoria Especial da Diversidade Sexual da Prefeitura do Rio de Janeiro (CEDS-Rio) estará presente, neste domingo (13), das 10h às 16h, na 18ª Parada do Orgulho LGBT, em Copacabana ("Parada").

Uma exposição com as ações e campanhas realizadas até hoje pela CEDS-Rio será montada no lounge Rio Sem Preconceito CEDS/SMS situado na Avenida Atlântica, entre as Ruas Sá Ferreira e Almirante Gonçalves, na altura do Posto 5. Neste mesmo espaço, será disponibilizado à imprensa presente na cobertura da Parada um centro de mídia com computadores e acesso à internet para facilitar a transmissão de informações do evento em tempo real.

Serão exibidas em seis totens as ações realizadas pela CEDS, desde que foi criada, em fevereiro de 2011: o programa "Rio Sem Preconceito", as campanhas "Rio Carnaval Sem Preconceito", o "Prêmio Rio Sem Preconceito", o "Projeto DAMAS – de inserção social e profissional de travestis e transexuais", e a exposição “Mães Pela Igualdade” serão algumas das realizações presentes na mostra.

Além das atividades acima, o lounge "Rio Sem Preconceito" contará com a distribuição de preservativos e a participação de profissionais da Secretaria Municipal de Saúde. Será possível saber mais sobre o programa de atenção básica de saúde do município, as Clínicas da Família, além da campanha de prevenção às doenças sexualmente transmissíveis (DSTs). Esta ação, em dezembro de 2012, testou 42 mil cidadãos em HIV e sífilis.

“No espaço, o público presente na Parada poderá conhecer sua unidade de atenção primária de referência, onde é possível realizar consultas, exames, vacinação, retirar medicamentos e insumos, além de receber informação sobre promoção e prevenção. O município do Rio é pioneiro no cuidado com o Programa de Atenção Integral à Saúde da População de Transexuais e Travestis. As Clínicas da Família asseguram a esse grupo assistência à saúde. É o reconhecimento do direito constitucional à saúde a todos os cidadãos e cidadãs, como preconiza o SUS”, informa Hans Dohmann, secretário municipal de Saúde. 

Exposição CEDS – Lounge Rio sem Preconceito:
Domingo (13/10), das 10h às 16h, Avenida Atlântica (entre as ruas Sá Ferreira e Almirante Gonçalves, na altura do Posto 5, Copacabana) 
Assessoria de imprensa: 
João Felipe Toledo – comunicacao.ceds@gmail.com 
Tel: 21 2976.9137/ 6964.2000 
Juliana Prado – julianapradoc@gmail.com
Tel: 21 2976.9138/ 8843.4155
www.cedsrio.com.br


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para se cadastrar, preencha o formulário na coluna do lado direito do blog.
Seu comentário é bem vindo, desde que:
1. possua nome e link válidos;
2. não contenha cunho racista, discriminatório ou ofensivo a pessoa, grupo de pessoas ou instituições;
3. não contenha cunho de natureza comercial ou propaganda.
Grato pela compreensão.